Adestrador de cães: 5 dicas para conseguir clientes

Mulher sentada em um sofá mandando beijo para um cachorro.
10 minutos para ler

Os brasileiros adoram ter animais de estimação, prova disso é que os dados do Mercado Pet Brasil 2021, feito pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos Para Animais de Estimação, mostraram que já são mais de 144 milhões de bichinhos nos lares brasileiros. Só em 2020 o setor movimentou mais 27 bilhões de reais — e esse valor deixa claro o quanto os pets são importantes para as pessoas.

Nesse sentido, o trabalho como adestrador de cães entra na jogada, afinal nem todo tutor consegue fazer seu bichinho obedecer aos comandos. Além do mais, os treinamentos também possibilitam o aprendizado de truques, realização de tarefas do dia a dia, obedecer ordens dos donos e muito mais.

Leia mais: Ensine truques básicos para o seu cachorro

Como esse trabalho exige empenho, paciência e estratégias, é mais fácil contratar um especialista no assunto, certo? Sendo assim, venha aprender algumas dicas de como conseguir mais clientes!

O que faz um adestrador de cães e outros animais?

O adestramento está muito ligado ao trabalho realizado por um veterinário, sobretudo para resolver problemas comportamentais dos bichos. Dessa forma, o adestrador de cães ensina o animal a ter disciplina por meio de tratamentos regulares.

É comum que algumas pessoas pensem que o adestramento é apenas para ensinar truques, como para fazer o bichinho sentar, dar a pata e deitar. Entretanto, esse trabalho vai muito além dos ensinamentos sobre obediência básica e pequenos truques. 

De maneira geral, a disciplina também é ensinada em casos mais específicos, como para cães guia, cães de guarda e cães da polícia. Nesse sentido, o adestrador utiliza técnicas de comandos para mudar os comportamentos e respostas dos animais. Portanto, o treinamento deve ser contínuo para que o bichinho possa desenvolver as habilidades necessárias.

Leia mais: Histórias de Sucesso: “Hoje, eu ganho muito mais sendo adestrador, do que já ganhei sendo jornalista”

O treino leva em consideração a raça, temperamento e outras características dos animais. Assim, é criado um treinamento mais sistemático, incluindo atividades que reforcem o mecanismo por meio de repetições de ações. 

Existem diversas técnicas que variam de acordo com o objetivo do adestramento. No geral, são realizados exercícios de reforços positivos e também de adestramento inteligente. Então, o animal é recompensado com estímulos agradáveis, petiscos ou algo que ele gosta sempre realiza o comportamento indicado pelo treinador.

O sistema de recompensas funciona para estimular o animal e ajudar para que a assimilação seja mais rápida. Desse modo, a eficácia do treino tende a ter resultados mais eficientes. 

Tipos de adestramento

Antes de tudo, é interessante conhecer os tipos de adestramento e com quais você trabalha. Somente dessa forma é que será possível divulgar seu trabalho para conseguir mais clientes.

O adestramento de pets tem como um de seus principais objetivos condicionar os animais a atenderem aos comandos de seus tutores. No entanto, existem diferentes objetivos, como diminuir alguns comportamentos indesejados, melhorar a qualidade de vida do bicho, deixá-lo mais sociável, deixar o animal mais disciplinado e educado, entre outros exemplos.

Sendo assim, podemos dividir os tipos de adestramento em:

  • adestramento básico;
  • adestramento avançado.;
  • adestramento comportamental;
  • adestramento de cão de guarda;
  • adestramento de cão-guia.

Leia mais: O que fazer quando seu cachorro é agitado?

Quanto ganha um adestrador de cães?

Essa é uma dúvida frequente, principalmente para quem está entrando no mercado e ainda não sabe muito bem como funciona. 

Infelizmente, não há uma média exata sobre quanto ganha um adestrador de cães e outros animais. pois isso depende de diversos fatores, entre eles:

  • nível de experiência;
  • localidade;
  • quantidade de clientes.

Segundo números da Glassdoor, o profissional que adestra animais têm uma média salarial de R$ 1.527,00 por mês. Já o portal Salário mostra que o adestrador de animais nível I tem o salário de cerca de de R$ 1.757,50, enquanto o nível II recebe  R$ 1.988,14 e o nível II tem remuneração de R$ 2.388,21.

Contudo, os números variam bastante. Por exemplo, um adestrador de cães em São Paulo tem a média salarial de R$ 1.823,98, já no Rio Grande do Sul a remuneração média é de R$ 1.463,86. Ou seja, existem muitos fatores que influenciam.

Embora esses salários pareçam baixos, saiba que essas remunerações são baseadas em recebimentos de adestradores que trabalhavam para empresas. Portanto, se você escolhe trabalhar por conta própria e ter seus próprios clientes, as chances de faturar mais serão maiores.

Os adestradores que atendem a domicílio costumam cobrar entre R$70 a R$150 por cada sessão. Sendo assim, esse número seria multiplicado por 4, dado o número de semanas do mês — mas isso também pode depender de quantas sessões o tutor deseja para o seu animalzinho, que pode ser mais ou menos encontros por semana. 

Como abrir e elaborar um plano para o seu negócio?

Se você decidiu trabalhar por conta própria e abrir seu negócio, não esqueça que existem alguns passos para seguir. Os clientes são atraídos por empresas bem estruturadas, mesmo que esse trabalho seja apenas você!

Homem fazendo carinho em um dálmata.

O primeiro passo é criar um plano de negócios com todas as ações que você deverá tomar. Desde a questão financeira (como ter um orçamento para investir em materiais de treinamento) até a logística para atender os clientes devem entrar no planejamento.

Veja um resumo dos pontos que devem ser abordados no seu plano de negócio?

  • o que é o negócio;
  • qual região será atendida;
  • quais os principais serviços oferecidos;
  • qual será o perfil dos clientes;
  • qual o montante de capital inicial;
  • em que esse montante será investido (materiais, transporte e deslocamento, etc).

Como você consegue ver, apenas o conhecimento sobre adestramento não basta. Para conquistar clientes, é fundamental investir em equipamentos, materiais e estrutura que auxiliem no serviço prestado.

Leia mais: Saiba qual a importância do plano de negócios

Técnicas para captar clientes no mercado pet

Hoje em dia está bem mais fácil conseguir clientes, principalmente por conta da internet. Agora, existe a possibilidade de encontrar tutores que precisam do serviço, assim como eles também conseguem chegar até você.

Mesmo com as facilidades atuais, ainda assim é necessário conhecer determinadas técnicas para captar clientes. Veja o que fazer para conquistar mais clientes com as dicas a seguir!

1. Formalize sua empresa

Por mais que não existam leis e normas específicas sobre o serviço de adestramento, saiba que é importante fazer a formalização da sua empresa. Aliás, mesmo que o trabalho seja realizado apenas por você, regularize o seu negócio e se torne MEI (Microempreendedor Individual).

A formalização garantirá que você tenha direitos quanto trabalhador autônomo, como auxílio-doença, aposentadoria por idade ou por invalidez e outros benefícios. 

2. Obtenha seu certificado de adestrador

O processo de certificação para adestradores tem chancela  Instituto Brasileiro de Qualificação Profissional (IBQP) e é reconhecido na Lei Federal 9.394/96, especificamente no artigo 41. 

Ter a certificação aumenta a credibilidade no seu trabalho, além de que os clientes terão mais confiança de que você tem competência para adestrar e cuidar dos animais. Outra vantagem é que a titulação comprova suas habilidades e você pode divulgar que é um adestrador profissional.

3. Invista em marketing pessoal

O trabalho como adestrador também precisa de um lado empreendedor para que você consiga captar mais clientes. Dito isso, investir em marketing pessoal é essencial para melhorar sua imagem profissional e promover seus serviços.

O marketing pessoal ajuda a melhorar a sua imagem profissional para que seus serviços sejam mais atrativos aos seus clientes. Isso inclui usar roupas adequadas, ter cartão de visitas, melhorar seus perfis nas redes sociais, se comunicar de forma clara e outros aspectos.

4. Tenha diferenciais

Existem inúmeras alternativas para destacar seus serviços em meio a concorrência. Ter diferenciais abre portas e cria possibilidades de atrair mais clientes. Um exemplo bem simples e que você pode aplicar com extrema facilidade é fazer planos de fidelidade.

Dessa maneira, você trabalha a fidelização de seus clientes ao mesmo tempo em que constrói um atrativo, uma vez que descontos e a perspectiva de economizar sempre é um incentivo. Caso um potencial cliente esteja em dúvida entre seus serviços e os de outro adestrador, apresente o seu programa de fidelidade e veja a diferença. 

5. Trabalhe o seu networking

No começo é mais difícil conseguir os primeiros clientes, mas depois tudo flui com mais facilidade. A partir do momento que você começa a conquistar os primeiros animais para adestrar, naturalmente seus donos começam a indicar o seu trabalho.

Os tutores jamais vão entregar seus bichinhos de estimação nas mãos de qualquer pessoa, muito menos para quem eles não conhecem. Sendo assim, conquistar a confiança é fundamental para o sucesso, pois ao mostrar seus serviços você aumenta sua credibilidade e os donos de pet passam a indicar seu trabalho.

Outro ponto interessante é que você começa a criar networking. Assim como a criação de um programa de fidelidade, pense em uma estratégia de indicação de novos clientes, oferecendo brindes e outros atrativos para quem indica seus serviços para outra pessoa. 

Como divulgar seu trabalho como adestrador de cães?

A divulgação é primordial para começar na carreira de adestrador de cães. Aliás, com a internet isso ficou mais simples e acessível do que era há alguns anos atrás. 

Mulher com três cachorros cor de caramelo.

Além do já conhecido marketing “boca a boca” também é possível criar outras estratégias para divulgar seu trabalho, mas não é tão difícil quanto parece. Veja o que você pode fazer:

  • criar perfis profissionais nas redes sociais e publicar conteúdos explicativos sobre o adestramento de pet;
  • ter um site onde as pessoas possam conhecer seu trabalho e entender os serviços oferecidos;
  • fazer campanhas no Google por meio de anúncios para que as pessoas encontrem seus serviços ao fazer pesquisas sobre adestramento de animais;
  • estabelecer parcerias com petshops, empresas caninas, clínicas veterinárias, hospedagem e bichos e outros negócios relacionados aos seus serviços;
  • participar de eventos e feiras sobre o mercado pet.

Leia mais: Marketing online e offline: Como vender o seu serviço

Encontrar um adestrador de cães exige bastante cuidado, afinal eles são como parte da família e os donos não deixam qualquer pessoa se aproximar de seus animais de estimação. Portanto, a melhor saída pode ser utilizar plataformas confiáveis, como no GetNinjas! 

Para conhecer mais sobre como funciona e como encontrar o melhor profissional, confira mais sobre adestramento!

E se você trabalha com adestramento, não perca tempo e se cadastre no GetNinjas!

Você também pode gostar

Deixe um comentário