Tem dúvidas sobre o Auxílio Emergencial? Esclarecemos as 5 principais

Auxílio emergencial
5 minutos para ler

O coronavírus pegou o mundo inteiro de surpresa. Muitos países tiveram que pensar em estratégias para reduzir os índices de contágio e garantir que as famílias que estão afastadas dos trabalhos, ou até mesmo pessoas desempregadas, consigam manter o sustento do lar.

Por isso, foi criado o Auxílio Emergencial, também chamado de coronavoucher, no valor de R$ 600,00 mensais, que está sendo pago aos brasileiros cadastrados que se encaixam no grupo de beneficiados.

Você tem algumas dúvidas sobre o Auxílio Emergencial? Continue a leitura.

1. Quando serão pagas as próximas parcelas?

A crise de emprego é uma realidade durante a pandemia do coronavírus, e por isso é de extrema importância que os profissionais que estão desempregados se cadastrem para receber o Auxílio.

A data de recebimento será dividida de acordo com o tipo de inscrição que foi realizada: inscritos pelo site e aplicativo da Caixa Econômica Federal; beneficiários do Bolsa Família e pessoas que possuem Cadastro Único, mas não recebem o Bolsa Família.

Inscritos pelo site e aplicativo Caixa

A segunda parcela do coronavoucher estava prevista para o dia 27 de abril, pelo Ministério da Cidadania. No entanto, com alguns atrasos nos pagamentos da primeira parcela, a segunda ainda está sem data definida.

Para a terceira parcela, os pagamentos estão programados para maio, nas datas:

  • nascidos em janeiro, fevereiro e março: 26/05;
  • nascidos em abril, maio e junho: 27/05;
  • nascidos em julho, agosto e setembro: 28/05;
  • nascidos em outubro, novembro e dezembro: 29/05.

Beneficiários do Bolsa Família

Para aqueles que são beneficiários do Bolsa Família, os recursos do Auxílio Emergencial serão pagos nas mesmas datas e da mesma maneira em que o primeiro benefício é recebido:

  • a segunda parcela será paga nos últimos dez dias úteis do mês de maio;
  • a terceira parcela será paga nos últimos dez dias úteis do mês de junho.

Cidadãos inscritos no Cadastro Único e que não recebem o Bolsa Família

Para os cidadãos que não recebem Bolsa Família, mas que estão inscritos no Cadastro Único, as parcelas serão distribuídas de acordo com as datas estabelecidas pelo Ministério da Cidadania.

A segunda parcela ainda está sem data prevista. Assim como os inscritos pelo aplicativo e pelo site da Caixa, a previsão de pagamento será definida pelo Ministério e divulgada pelo governo em breve e a terceira e última parcela será paga conforme o cronograma acima.

2. Como sacar o dinheiro?

O dinheiro referente ao Auxílio Emergencial será depositado em contas da Caixa Econômica Federal. 

Para quem já possui conta no banco, o cidadão poderá sacar diretamente na Caixa Econômica Federal. No entanto, se tiver conta em outro banco, poderá transferir o valor e sacar também na boca do caixa.

Para aqueles não possuem conta na Caixa, é necessário o código do Auxilio Emergencial no aplicativo Caixa Tem para efetuação de saques.

3. O que fazer se meu CPF está irregular?

O CPF do beneficiário pode estar irregular, e isso prejudica o saque do benefício. Por isso, é importante que você entenda quais são as possíveis irregularidades para conseguir resolvê-las:

  • CPF Suspenso: o cadastro do contribuinte pode estar incompleto ou incorreto;
  • CPF Cancelado: devido à multiplicidade, o CPF poderá ser cancelado por decisão judicial ou administrativa;
  • CPF com pendências de regularização: o contribuinte, nesse contexto, pode ter deixado de entregar alguma declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física nos últimos anos;
  • CPF Anulado: em caso de fraude na inscrição.

A Receita Federal determinou que os CPFs que estão com pendências de regularização poderão ser regulados por meio do envio do IR do ano que está faltando.

No caso de suspensão do CPF, é necessário que o contribuinte que possui título de eleitor consiga regularizar a situação pelo site.

Quem estiver sem o título precisará ir até uma agência da Caixa, do Banco do Brasil ou dos Correios e acertar o valor de R$ 7,00.

4. Quando procurar uma agência da Caixa?

É necessário procurar uma agência da Caixa Econômica Federal para:

  • regularizar o CPF no caso de suspensão, mediante pagamento de R$ 7,00, caso não esteja com o título de eleitor em mãos;
  • sacar o valor que foi depositado em conta.

5. Que tal algumas oportunidades para conseguir uma renda extra nesse período?

A reserva financeira de emergência é fundamental, mas infelizmente nem todas as pessoas tiveram tempo de se planejar diante da pandemia. Por isso, é interessante encontrar oportunidades para conseguir uma renda extra nesse período para complementar o Auxílio Emergencial e, a partir daí, conseguir driblar a situação.

O GetNinjas notou, em sua plataforma, o aumento da busca por serviços online e assistência técnica. Além disso, a plataforma também oferece os serviços de professores de idioma, progressos escolares, contadores, psicólogos e até diaristas.

Se você atua em uma dessas áreas, pode ser interessante explorar esse território e se cadastrar para conseguir novas oportunidades de trabalho.

Quer aumentar sua renda por meio de serviços online e assistência técnica? Faça seu cadastro no app do GetNinjas!

Cadastre seus serviçosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

7 thoughts on “Tem dúvidas sobre o Auxílio Emergencial? Esclarecemos as 5 principais

    1. Olá, Gilmar 🙂

      Através do seu e-mail, verificamos que você não encaminhou para nós as fotos do seu documento. Essa ação é muito importante para você poder desbloquear as solicitações de serviços.
      Caso não saiba como mandar, entra em contato com o nosso suporte através do chat online que vamos te explicar 🙂

      Abraços!

  1. Boa noite, como fonciona isso tenho interesse em colocar minha mulher para diarista aguardo resposta obrigado

    1. Olá, Luis 🙂

      Você pode se cadastrar de duas formas: como profissional e oferecer os seus serviços, ou como cliente e solicitar algum serviço.
      Quando Você se cadastra como profissional em nosso aplicativo,recebe notificações de solicitações de serviços que estejam dentro da categoria e raio de atuação selecionados no momento do cadastro.
      Para desbloquear o contato do cliente para você poder oferecer o seu serviço e enviar o orçamento, precisa adquirir o pacote de moedas, que é cobrado de acordo com a sua categoria.
      Se ficaram dúvidas, nos chame no chat online que podemos te explicar direitinho 🙂

      Abraços!

  2. Possuo todos os requisitos necessário para ter direito ao.auxilio emergencial e no entanto a primeira solicitação foi negada e já estou aguardando resposta da segunda solicitação a 15 dias.

    1. Olá, Eunimarcia 🙂

      Poxa, sentimos muito por isso 🙁 mas não deixe de continuar tentando solicitar seu auxílio emergencial. Estamos aqui torcendo para que dê certo!

      Abraços!

Deixe um comentário