Como montar um estúdio de Pilates e conseguir clientes

Mulher vestida de preto praticando uma posição de pilates em cima de um colchonete.
9 minutos para ler

Existem muitas dúvidas sobre a abertura de um empreendimento, sobretudo para quem nunca teve outro negócio antes. Se você é uma dessas pessoas que chegou aqui cheia de dúvidas, não se preocupe que você verá que é possível montar um estúdio de Pilates e conseguir clientes.

Antes de mais nada, saiba que existem diversas etapas, entre elas as questões burocráticas de regularização do estúdio, assim como em relação ao orçamento e investimentos variados — entre eles estão a compra de equipamentos, divulgação da empresa, etc.

O primeiro ponto e mais importante deles é ter formação completa em Pilates, afinal trabalhar com a saúde das pessoas é algo sério. Depois disso, é só acompanhar este post para aprender como montar um estúdio de Pilates!

Leia mais: O que é pilates?

Tenha o Registro Profissional ativo

A legalidade do seu negócio não pode ser deixada para depois e esse é o seu ponto de início.

Além dos equipamentos, acessórios, decoração, local do estúdio e outros aspectos, saiba que nada disso vai adiantar se você não estiver com tudo regularizado. Primeiro, é necessário ter o Registro Profissional ativo. Sim, isso é fundamental! Qualquer profissional que trabalha com Pilates deve ter o documento fornecido pelo CREFITO-12.

É estabelecido em lei que o Pilates é uma técnica ou método cinesioterapêutico e exige que o profissional tenha seu registo no CREFITO-12 para exercer a profissão. Além do mais, também existem demandas ligadas à abertura da empresa, entre eles:

  • Alvará de funcionamento;
  • Alvará dos bombeiros;
  • Alvará sanitário;
  • Seguros;
  • Impostos e taxas;
  • Contratação de funcionários.

Nesses quesitos mais burocráticos, não deixe de contratar um contador. Pode até parecer que você consegue fazer só e que esse é um gasto desnecessário, mas depois você percebe como um especialista ajuda na regularização e formalização do seu estúdio para evitar problemas no futuro. 

Faça uma pesquisa de mercado e de concorrentes

Abrir o próprio negócio é o investimento em um sonho, mas isso não basta para manter as portas do seu estúdio abertas. Dessa forma, o planejamento ainda é a melhor alternativa para que o seu estúdio de Pilates tenha sucesso e se mantenha no mercado.

Por isso, é importante entender o público que você deseja atingir, a região que o estúdio estará localizado, a concorrência e outros quesitos. Sendo assim, confira alguns tópicos que devem constar na sua pesquisa sobre o mercado e os concorrentes.

Leia mais: A diferença entre pilates de solo e pilates de estúdio

Localização do studio de Pilates

Antes de mais nada, saiba quem são os seus clientes, a qual classe social eles pertencem, onde mora, quais são seus hábitos e outros aspectos. Isso será determinante para escolher a localização em que o estúdio será montado, bem como os valores das aulas e mensalidades.

As empresas que estão ao redor também apontam se o ponto escolhido é bom. Quem faz pilates tem preocupação com a saúde e bem-estar, portanto ter empreendimentos relacionados por perto valoriza o seu espaço. 

Concorrência na região

Avaliar a concorrência na região e quem são os concorrentes mostram de que maneira você deve se preparar antes de abrir o seu negócio. Entenda como as empresas funcionam, quanto cobram, onde estão localizados, se são somente estúdios de pilates ou se fazem parte de academias, entre outros aspectos. Ou seja, entenda bem o mercado.

Entenda o investimento financeiro

Montar um estúdio de pilates requer cuidado. Da escolha do local aos equipamentos que serão utilizados, existem muitos detalhes que não podem passar despercebidos. A aquisição de aparelhos é um dos maiores custos, mas também é o que exige mais cuidado. Não dá para economizar nesse investimento, pois se trata da saúde e integridade dos alunos.

Qualquer incidente que possa acontecer será de sua responsabilidade. Desse modo, preste bastante atenção a esse detalhe. Além disso, outras despesas também devem ser contabilizadas, como:

  • Aluguel do espaço;
  • Reformas;
  • Móveis;
  • Contratação de funcionários;
  • Contas em geral (água, energia, internet, etc);
  • Decoração e entre outros custos que precisam ser calculados. 

Portanto, são vários gastos que devem ser levados em consideração — e cada um deles faz aumentar a cota orçamentária, mesmo que os valores não pareçam altos. Por isso, você deve colocar tudo no papel para observar o custo geral, até mesmo as despesas com um parafuso!

Equipamentos e acessórios de Pilates

O pilates alia técnicas com o uso de equipamentos e acessórios, então são partes indispensáveis para abrir um estúdio e ministrar suas aulas. 

No geral, esses equipamentos não são tão acessíveis e, atualmente, você até consegue comprar itens de segunda mão, mas deve ter muita atenção na qualidade e segurança. Até porque, se alguém fizer uma aula experimental e perceber que os equipamentos não transmitem confiabilidade, provavelmente você já perdeu um aluno.

Aparelhos em um estúdio de pilates.

Os equipamentos servem para a realização de uma série de exercícios. Veja o que não pode faltar:

  • Reformer;
  • Cadillac;
  • Ladder Barrel;
  • Chair.

Esses aparelhos são apenas uma parte do material necessário, pois também existem acessórios que são essenciais. Esses itens costumam ser de uso individual, então é melhor ter mais itens se você faz aulas em grupo. Conheça alguns dos itens mais comuns que você precisa para montar um estúdio de pilates:

  • Fit Ball;
  • Over Ball;
  • Tonning Ball;
  • Faixa Elástica;
  • Magic Circle;
  • Mini Band;
  • Thera Band;
  • MAT;
  • Foam Roller

Conheça seu público-alvo

O maior erro antes de abrir um estúdio de Pilates é não saber quem você deseja atender. Assim, você não terá um direcionamento específico de para onde deve seguir, como a região certa para abrir o negócio, o tipo de marketing que deve fazer para atingir o público-alvo, entre muitos outros fatores relacionados.

Entender o perfil do seu cliente é o que vai direcionar seus esforços. Identifique a faixa etária que mais tem interesse em fazer pilates, o estilo de vida dessas pessoas, a situação econômica, grau de instrução e outras questões. Caso fique com dúvidas sobre esse processo, busque apoio do SEBRAE. Por lá, você consegue contato com especialistas capacitados para ajudar na abertura do seu estúdio de pilates.  

Crie uma estratégia de marketing digital

Antes mesmo de começar a comprar equipamentos, escolher o local definitivo e outras questões relacionadas ao estúdio, saiba que você já pode começar a instigar o público e criar um burburinho sobre o seu projeto.

Sim, você não precisa ter tudo pronto para divulgar seu estúdio de pilates, é possível começar a atrair clientes bem antes da inauguração — inclusive, essa é uma excelente saída para já abrir as portas com alunos inscritos!

Conheça algumas estratégias para colocar em prática e veja como atrair alunos para seu negócio!

Faça promoções de inauguração

As pessoas sempre são atraídas por descontos e promoções. Quando bem planejadas, essas ações têm resultados satisfatórios e você consegue conquistar vários novos clientes. No entanto, lembre-se de que essas campanhas promocionais precisam estar alinhadas ao seu plano de negócio para não ter prejuízos.

Sendo assim, existem inúmeras possibilidades. Você pode criar desde promoções por meio da internet ou até ações presenciais no dia da inauguração. Na web, faça sorteios, crie um cartão de fidelidade, ofereça aulas experimentais e descontos por indicação, entre outras táticas atrativas.

Leia mais: O que é marketing de indicação e como conseguir mais clientes?

Faça parcerias com outros profissionais e empresas

O pilates está ligado à saúde e é uma prática que promove bem-estar e autocuidado. Dito isso, por que não fazer parcerias com outros profissionais ou empresas de áreas similares?

Talvez você tenha até amizades que possam ajudar na divulgação do seu estúdio. Fisioterapeutas, clínicas de estética, salões de beleza, médicos e nutricionistas são alguns exemplos. Converse e deixe cartões de visitas e folders nesses lugares ou até mesmo faça combos de descontos se os clientes quiserem os dois serviços, isso fica à critério de vocês.

Crie conteúdos nas redes sociais

As mídias sociais são grandes aliadas dos negócios nos últimos anos. Quem não marca presença nas redes sociais não é visto, e quem não é visto não é lembrado, não é isso?

Coloque essa máxima em prática criando páginas profissionais para o seu estúdio e comece a alimentar os perfis com conteúdos de valor. Faça posts com informações úteis para o público, como explicar o que é Pilates, seus benefícios, quando praticar, etc. 

São infinitas ideias que podem ser publicadas em diferentes formatos, como imagens, vídeos, GIFs, lives e o que mais você achar que pode engajar sua audiência.

Leia mais: MEI: como entrar no marketing digital?

Invista em estratégias de Outbound Marketing

Também conhecido por ser o marketing mais tradicional, essa estratégia é focada em trabalhar mídias convencionais, longe do digital. Desse modo, esse tipo de publicidade é voltado para:

  • Propagandas em rádio, jornais e TV;
  • Cartões de visitas;
  • Banners;
  • Outdoors;
  • Panfletos;
  • Folders explicativos, etc.

Invista em marketing digital

Depois dos primeiros passos na divulgação do seu negócio ficará mais fácil entender como funciona. As estratégias de marketing digital são ainda mais poderosas, uma vez que os clientes vão até você, e não o contrário. 

Assim, por meio de um site bem estruturado, blog, estratégia nas redes sociais, trabalho de posicionamento no Google, anúncios e outras técnicas são capazes de atingir um público cada vez maior, aumentando a quantidade de alunos no seu estúdio.

Portanto, se você quer montar um estúdio de Pilates para começar a trabalhar de forma autônoma, não deixe de seguir as dicas deste post! E depois, cadastre-se no GetNinjas e aumente sua cartela de clientes. 

Aproveite e veja um orçamento gratuito de aulas de Pilates, para você ter uma noção do mercado!

Você também pode gostar

Deixe um comentário