Erros que você deve evitar ao cuidar de suas finanças

8 minutos para ler

Durante a abertura do próprio empreendimento, é comum que muitas pessoas pensem apenas nos lucros. Entretanto, se esquecem de uma das tarefas mais importantes para atingir o objetivo final: controle financeiro.

O controle financeiro é essencial para manter qualquer empresa nos trilhos. Afinal, a gestão financeira tem como propósito a potencialização dos resultados financeiros e econômicos do negócio.

Mas, realizar essa tarefa pode ser mais complicado do que parece. Cometer erros ao cuidar das finanças é algo mais comum do que você pode imaginar. Entretanto, dependendo do erro, muitos empresários, que antes eram considerados referência no mercado que atuam, podem ir à falência.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo especial sobre o assunto, para que você saiba qual a importância de cuidar das finanças da sua empresa, como fazer um planejamento e quais erros mais comuns devem ser evitados.

Por que cuidar das finanças da empresa

Além de ser fundamental para a gestão do capital de giro, o controle financeiro é importante para administrar o dia a dia da empresa. Ao garantir que as finanças do negócio estão sob controle, você evita imprevistos e problemas financeiros.

Por meio do controle financeiro, também é possível ter uma visão ampla de como anda a saúde financeira da empresa e até mesmo obter uma previsão sobre o futuro. Essas informações são fundamentais, pois são elas que garantem as tomadas de decisões pensadas no desenvolvimento de um empreendimento.

Um bom controle financeiro também permitirá a validação do que foi planejado a longo prazo. Algo que ajuda o empreendedor a saber se terá lucro ou prejuízo e em quanto tempo isso pode acontecer.

Outro benefício de cuidar das finanças da empresa é saber como investir corretamente. Portanto, ao invés de gastar o dinheiro com qualquer coisa, você terá um controle financeiro responsável por dizer se será possível investir em determinado período e quanto de dinheiro irá retornar ao caixa da empresa.

Com o controle da empresa em mãos, você estará preparado financeiramente para quaisquer riscos que possam atingir o seu negócio, tais como crises financeiras, inflação, mudanças de preço e queda no volume de vendas, por exemplo.

Nestes momentos, é o bom e velho planejamento financeiro que ajuda o empresário, pois com ele o administrador do negócio sabe como tirar uma carta na manga e atuar na gestão de riscos para evitar prejuízos a longo prazo.

Ao cuidar das finanças da empresa, você também ganha o benefício de saber como negociar com fornecedores, definir boas estratégias de crédito aos clientes e ainda pensar em promover mudanças seguras a curto-prazo com o objetivo de investir em recursos, treinamentos, infra-estrutura e pessoas.

A organização financeira e projeção de fluxo de caixa permite que você determine metas financeiras que motivem os funcionários a alcançá-las, pois, com um alvo definido, a motivação de atingir as metas é ainda maior.

Como fazer um planejamento?

Antes de saber os erros mais comuns ao cuidar das finanças, é preciso entender como deve ser feito um planejamento financeiro empresarial eficiente. 

Mas, antes desse passo a passo, é importante reforçar que a avaliação do cenário atual do negócio é fundamental. Para isso, é preciso realizar uma pesquisa, de forma a compreender quais são os saldos, despesas disponíveis e previsões de entradas em todas as contas.

Com essas informações em mãos, você poderá reconhecer qual é a situação real do seu negócio. E é por meio desses dados que o planejamento financeiro da sua empresa será feito.

Previsão orçamentária

A primeira etapa do planejamento é a previsão orçamentária. Busque compreender qual é a previsão de faturamento da empresa para os próximos meses de acordo com dados históricos de anos anteriores ou até mesmo estimativas de mercado baseadas em concorrentes do mesmo segmento.

Essa previsão deve ser feita de forma realista para evitar possíveis erros no seu planejamento. Outro importante para um bom planejamento é compreender os seus custos. Tenha na ponta do lápis quais são os cursos diretos e indiretos, fixos e variáveis.

Movimentação financeira

Entender e registrar toda a sua movimentação financeira também é uma atividade fundamental neste processo. Assim, você poderá controlar as entradas e saídas diárias, semanais e até mesmo de períodos maiores de movimentação (trimestrais, semestrais e anuais) da sua empresa.

Negocie com fornecedores

Negociar com os fornecedores é uma boa prática para manter o dinheiro do seu caixa e não ficar descoberto. Para isso, lembre-se de manter uma rotina de contato com seus fornecedores. Essa relação mais próxima pode te ajudar a otimizar prazos de pagamento e ainda não se preocupar com falhas nos serviços prestados.

Com este passo a passo, você poderá colher os benefícios do planejamento financeiro, que incluem o controle de redução de gastos e a medição de resultados. Esses dois pontos são essenciais para manter a saúde financeira do negócio.

Afinal, com base em todas as análises feitas durante o planejamento, você poderá identificar quais despesas precisam ser reajustadas e ainda  estabelecer metas que engajem toda a empresa em um mesmo objetivo.

Por meio dessas análises, você também poderá compreender se deve manter as estratégias atuais ou se precisa investir em novos meios para obter o resultado esperado.

5 erros e como evitá-los

Você sabia que 48% das companhias brasileiras fecham as portas em até 3 anos por conta de uma má gestão financeira?

Esse dado foi publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE e comprova que os erros ao cuidar das finanças podem levar empresas à falência e ainda gerar dívidas aos empreendedores.

Pensando nisso, saiba quais são os top 5 erros e como evitá-los.

Falta de planejamento financeiro

Sem elaborar um planejamento financeiro concreto, qualquer empresa corre o risco de ir à falência mais cedo ou mais tarde. Para evitar este erro, busque priorizar este planejamento a partir de projeções baseadas em todos os dados financeiros de períodos anteriores e atuais.

E, a partir destas informações, será possível definir metas de curto a longo prazo, pois, você poderá compreender quais são as possibilidades de acordo com o caixa disponível e até mesmo pensar em novos projetos.

Sem controle de gastos

A falta de planejamento leva ao descontrole dos gastos. Afinal, como vimos, um dos principais afazeres inclusos em um bom planejamento financeiro é o acompanhamento de todos os gastos fixos e variáveis.

Não aplicar ou investir o dinheiro (fluxo de caixa)

O fluxo de caixa é primordial no controle financeiro. É com essa ferramenta que os gestores podem obter uma visão sobre como anda a saúde financeira do seu empreendimento e tomar decisões mais assertivas.

Portanto, atentar-se ao fluxo de caixa é uma tarefa que deve estar aplicada à rotina da gestão financeira de qualquer negócio. Todas as entradas e saídas devem ser registradas, pois, a longo prazo, você poderá obter uma análise bem elaborada de todo o seu fluxo de caixa.

Não usar a tecnologia ao seu favor

Cuidar das finanças e ainda cuidar de todas as outras demandas relacionadas a administração do negócio e gestão de pessoas não é nada fácil. Para agilizar este processo, não esqueça de contar com planilhas de Excel ou até mesmo softwares específicos para gestão financeira.

Com isso, além de investir em tecnologia, você terá um maior controle de todo o setor financeiro e ainda garantir segurança nas operações.

Saiba mais: 8 ferramentas de gestão financeira gratuitas

Misturar despesa pessoal com profissional

Misturar as finanças pessoais com profissionais é um erro frequente cometido por empresários. Para evitar esse erro, é fundamental saber como separar a conta física da jurídica para garantir um melhor controle de todas as receitas e despesas.

Seguindo essas dicas, você estará preparado para cuidar das finanças da sua empresa. Sabemos que é muita informação para absorver e colocar em prática. Pensando nisso, anote mais uma dica extra:

Busque cursos sobre gestão financeira para se aprofundar no assunto para administrar as finanças da empresa e colocar todos os planos e estratégias em ação com segurança para enfrentar possíveis imprevistos!

Esperamos que este conteúdo tenha tirado todas as suas dúvidas sobre como evitar erros ao cuidar das suas finanças e como cuidar do seu planejamento financeiro corretamente.

Você também pode gostar

Deixe um comentário