Outubro Rosa: Dieta mediterrânea pode prevenir câncer de mama

2 minutos para ler

Você conhece a dieta mediterrânea? Ela tem como base vegetais, azeite, peixe, castanhas, frutas e vinho tinto e é famosa por fazer bem ao coração, prevenindo problemas cardíacos. Mas os benefícios de uma dieta com esse perfil não param por aí, recentemente em estudos na Universidade de Navarra, na Espanha, revelaram que o cardápio mediterrânea pode ajudar na prevenção do câncer de mama. Nesse mês de conscientização, o Outubro Rosa, confira mais detalhes sobre essa pesquisa e repense sua alimentação.

outubro-rosa-steelsul-aco-inox-tubos-chapas-de-inox

A pesquisa foi realizada com mais de duas mil mulheres e demonstrou que o consumo de alimentos, como peixe, vegetais, legumes, frutas e azeite de oliva, pode gerar “um efeito protetor” em relação ao subtipo de tumor triplo negativo, que geralmente é mais agressivo.

Segundo o estudo, a chamada dieta ocidental, com produtos gordurosos, carne processada, doces e bebidas calóricas , pode ser prejudicial e aumentar o risco do câncer de mama.

Durante o estudo, as mulheres receberam um material com informações sobre sua alimentação durante os últimos cinco anos, o que permitiu distinguir entre três tipos de dieta. A dieta “ocidental” – alto consumo de produtos gordurosos, carne processada, doces, bebidas calóricas e baixo consumo de cerais -, a “prudente” – com níveis baixos de gordura, vegetais, frutas e sucos -, e a “mediterrânea”.

Revelou-se no estudo que o risco de morrer de câncer de mama é maior com a dieta ocidental e bem menor no caso da dieta mediterrânea, podendo diminuir em até 30% o risco.

Se você precisa de auxílio para mudar seus hábitos alimentares, no GetNinjas você encontra nutricionistas, solicite um orçamento e receba o contato de até 7 profissionais na sua região.

Você também pode gostar

Deixe um comentário