Recolocação no mercado de trabalho: veja 4 passos importantes

recolocação-mercado-de-trabalho-getninjas
6 minutos para ler

A recolocação no mercado de trabalho pode ser um processo demorado, contudo, deve ser bem planejado pelo profissional que deseja alcançar novas possibilidades.

Independentemente do motivo do afastamento — como período de estudos, problemas pessoais ou até mesmo uma demissão —, saber utilizar o tempo disponível é imprescindível para aprimorar suas habilidades e estar preparado para concorrer a vagas de trabalho.

É preciso encarar essa fase como uma nova oportunidade de carreira, ou seja, um momento para se reinventar. Ainda não sabe por onde começar a sua caminhada rumo à recolocação? Continue a leitura e descubra como fazer isso!

Desafios da recolocação no mercado de trabalho

Reingressar ao mercado parece ser tão trabalhoso quanto o preparo necessário para a inserção. Porém, essa nova busca deve ser vista de forma mais otimista, visto que experiências e conquistas profissionais você já tem no currículo. O que resta para essa fase é saber trabalhar o marketing pessoal e, claro, vender seu peixe.

O ambiente corporativo está cada vez mais exigente e é importante não se desmotivar a cada “não” recebido durante as entrevistas de emprego. Um grande desafio enfrentado por quem busca se recolocar é disputar as mesmas vagas com profissionais já ativos na área.

Por conta disso, saber transformar uma possível fraqueza — como o tempo fora do mercado — em uma alavanca para o seu perfil é a chave para o sucesso.

4 passos fundamentais para a recolocação no mercado de trabalho

Não existe um passo a passo definitivo para a recolocação, uma vez que cada indivíduo tem suas competências e seu mercado de atuação. Entretanto, alguns cuidados fazem toda a diferença na disputa por uma vaga de emprego.

Confira, a seguir, as dicas que separamos para você se destacar entre os candidatos e conquistar uma nova oportunidade.

1. Defina as suas prioridades

Quais são os seus novos objetivos de carreira a partir de agora? Um exercício que ajuda a responder essa pergunta é refletir sobre suas experiências anteriores: pense em seus aprendizados, faça um levantamento de seus pontos mais fortes em cada função, relembre o que mais te agradava e o que costumava incomodar.

Dessa maneira, você terá uma ideia mais definida sobre o que buscar em uma vaga e poderá concentrar seus esforços em uma direção. Mesmo que a sua intenção seja se aventurar em um novo mercado, conhecer o seu perfil profissional vai ajudar a escolher empresas que tenham características e valores parecidos com os seus.

2. Atualize o seu currículo

A primeira impressão que você passa para as empresas está em seu currículo, portanto, esse documento deve ser feito com atenção. Uma rápida busca pela internet já mostra diversas dicas de como melhorar o currículo.

Porém, no caso de uma recolocação, alguns pontos merecem mais destaque que outros. Os primeiros são os resultados que você atingiu nas empresas anteriores. Mostrar os frutos de seu trabalho é mais valioso que descrever suas funções diárias, por exemplo.

Além disso, é recomendado que um currículo tenha, no máximo, 2 páginas. Então, otimize as descrições de cada cargo e dê importância para fatos que valorizem o seu serviço.

Vale lembrar que, hoje, as empresas buscam mais informações sobre seus candidatos nas redes sociais. A principal delas é o LinkedIn, onde você pode colocar todos os seus dados profissionais e se conectar com colegas de trabalho. Mais que representar uma nova forma de as empresas entrarem em contato com você, essa rede social também tem um espaço dedicado a vagas de emprego.

3. Considere as opções temporárias

É comum algumas empresas abrirem vagas temporárias em períodos sazonais, mas essa prática vem sendo adaptada para diversos modelos de negócio, sem depender de uma data específica. Para obter ajuda com uma alta demanda e falta de pessoal, as organizações optam por contratar alguém temporariamente.

Essa é uma boa oportunidade para entrar em uma empresa que você deseja, mas que até então não abriu vagas fixas. As chances de ser empregado definitivamente são grandes se os avaliadores gostarem do seu modo de trabalho e de seu entendimento do negócio.

Mesmo que a contratação final não aconteça, tenha em mente que adquirir novas experiências e se mostrar aberto a novos desafios é sempre muito bom para o currículo.

4. Faça cursos profissionalizantes

Ampliar o domínio de conteúdos dentro da sua área de atuação é um aspecto bem visto por recrutadores. São diversas as opções de cursos para se profissionalizar.

Você pode, por exemplo, aprofundar os aprendizados em sua área, buscar conhecimentos que têm relação com o seu trabalho (mas que não eram seu foco até o momento) ou explorar novos campos/nichos.

Seja via cursos presenciais, seja por meio de ensino a distância, há uma gama de oportunidades para se atualizar sobre as novidades do mercado. Além de investir em cursos formais, palestras e workshops — aula ou curso prático sobre um assunto específico —, é possível buscar conteúdos focados em tendências e inovações.

Se o reingresso para a sua área de atuação parecer complicado, não tenha medo de buscar novas alternativas no mercado. Essa migração pode desenvolver ainda mais o seu perfil profissional, além de valorizar diversas outras habilidades que você tem. Hoje, ter variadas competências e experiências é uma característica positiva para qualquer perfil.

Manter uma proximidade com a sua rede de contatos também é um ato valioso para a recolocação. Ao expor seu momento atual e mostrar-se disponível a novas oportunidades, antigos parceiros de trabalho podem te recomendar vagas ou até fazer uma indicação em suas empresas.

Enquanto a sua recolocação no mercado de trabalho não acontece, uma alternativa é se dedicar à prestação de serviços. Colocar em prática os seus conhecimentos e ainda ganhar uma renda representa uma boa opção para manter as contas em dia e não passar por sufoco, mesmo estando desempregado.

O que acha de começar esse processo? Cadastre-se no GetNinjas e conheça as opções de serviços que você pode oferecer dentro da nossa plataforma!

Cadastre seus serviçosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário