Segurança da informação: como se proteger durante o coronavírus?

segurança da informação
3 minutos para ler

O coronavírus fez com que as mais diversas empresas e empreendedores ajustassem seu modelo de trabalho. Hoje, os negócios digitais e serviços realizados a distância se tornaram a solução mais assertiva para manter o negócio funcionando.

No entanto, alguns cuidados são necessários: é preciso garantir a segurança da informação, principalmente se você estiver realizando seu trabalho remotamente.

Mas o que é essa segurança da informação e por que os ataques acontecem?

Entenda mais neste artigo.

Número de ataques e malwares em tempos de coronavírus

O aumento do número de trabalhadores em home office, além da quantidade de pessoas que estão em quarentena sem trabalho, pode ser um prato cheio para quem aplica golpes e espalha malwares.

Para quem está trabalhando remoto, é necessário ter cuidado com as informações da empresa. Para isso, o recomendado é apenas se conectar em uma rede conhecida e usar um bom antivírus no computador.

Os ataques também podem acontecer por meio de websites e e-mails. Isso porque, em um momento como este, buscamos por informações diariamente. Algumas pessoas mal intencionadas poderão criar páginas com malwares que irão prejudicar o computador ou celular e, a partir daí, inclusive, roubar dados.

Os golpes por WhatsApp também podem acontecer. Por ser um momento muito delicado para todos, é comum que acabemos caindo em alguns golpes ou em conteúdos falsos compartilhados nas redes.

Quais podem ser as principais situações?

Quem tem trabalho autônomo e está atuando remotamente precisa rever as medidas de segurança adotadas nos equipamentos de trabalho, principalmente computadores e celulares. Afinal, é comum que pessoas, no dia a dia, acabem contaminando seus equipamentos com vírus provenientes de diversas fontes: e-mails, sites etc.

Além disso, outros golpes são comuns, e precisamos ficar atentos. São eles:

  • golpes realizados pelo celular;
  • golpes realizados por meio de correntes de WhatsApp;
  • e-mails e arquivos contaminados com vírus;
  • sites suspeitos com conteúdos sobre a pandemia;
  • aplicativos de lojas.

É preciso ter discernimento e conferir todas as fontes de informação antes de acessar links, baixar algum material ou se cadastrar em alguma página ou aplicativo.

Como se proteger?

Para se proteger dos possíveis ataques e garantir a segurança da informação, é necessário ter alguns cuidados no dia a dia:

  • acessar apenas sites oficiais para conferir as novidades sobre a pandemia e se manter informado;
  • não repassar correntes de WhatsApp;
  • sempre verificar o arquivo e o remetente dos e-mails antes de abri-los;
  • apenas se cadastrar em aplicativos e sites oficiais;
  • usar um bom antivírus nos computadores.

Manter-se informado durante o momento da pandemia é fundamental, mas é necessário ter cuidado para garantir a segurança da informação. Além disso, para aqueles que estão trabalhando remotamente, é necessário garantir a segurança das próprias informações, como CPF, endereço e outros dados importantíssimos que, vez ou outra, precisamos inserir em formulários de cadastro.

Para se proteger da COVID-19, acompanhar novidades e receber dicas durante a pandemia diretamente na sua linha do tempo, siga-nos nas redes sociais. Estamos no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube.

Cadastre seus serviçosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário