7 profissões que usam a hipnoterapia e como trabalhar nelas

Homem deitado em um sofá com outro do lado anotando o que foi dito.
9 minutos para ler

Nos últimos anos, a hipnoterapia começou a despertar cada vez mais interesse das pessoas, o que fez essa ciência ser pesquisada e estudada.

Com isso, tem aumentando o número de profissionais de diferentes áreas que buscam usar a terapia hipnótica em seus consultórios.

De fato, essa relevância da hipnoterapia é um avanço enorme, já que até uns anos atrás, essa prática era vista como charlatanismo e “coisa de louco”.

A boa notícia, é que além de ser reconhecida como uma terapia cientificamente comprovada, a hipnoterapia pode ser usada por pessoas de diversas formações superiores.

Então, se você tem pretensão de trabalhar como hipnoterapeuta, mas não sabe como, esse texto foi feito para você. Além disso, vamos abordar como essa profissão funciona, os benefícios da prática, qual o preço das sessões, etc.

E é claro, falaremos de 7 profissões que usam a hipoterapia e como você pode trabalhar nelas. Fique conosco! 

O que é hipnoterapia?

A hipnoterapia é uma técnica que usa a hipnose para fins terapêuticos, com o objetivo de trazer saúde  e bem-estar ao paciente. Em alguns casos, o próprio Conselho de Ética da profissão regulamenta a hipnose para fins científicos e de pesquisa.

Antes de tudo, é preciso afirmar que ela não tem como meta controlar os pacientes, pelo contrário.

O intuito da hipnoterapia é levar a pessoa a um estado focado, no qual ele terá acesso ao seu inconsciente e com isso, possa fazer modificações pontuais baseadas nessas informações acessadas. Ou seja, o que se propõe é alcançar o inconsciente do indivíduo, e dessa forma, trazer a atenção necessária para o problema que o paciente apresenta.

Felizmente, a hipnoterapia é reconhecida por organizações e associações médicas de todo o mundo, o que assegura sua eficácia contra inúmeros distúrbios/problemas mentais, psicológicos e físicos.

Como a hipnoterapia funciona?

A hipnose funciona em prol de promover um estado de equilíbrio entre o consciente e o inconsciente do indivíduo, auxiliando-o a lidar melhor com sentimentos e emoções como raiva, ciúmes, medo entre outros.

Homem vestido de azul segurando o pulso de uma mulher enquanto ela está com os solhos fechados.

A prática hipnótica tem como princípio a chance de tirar o paciente do piloto automático, onde o mesmo consiga manejar suas emoções, tendo poder sobre elas e usando-as quando achar conveniente.

Inclusive, por ir direto aos problemas da pessoa, muitos profissionais aderem à essa terapia, justamente porque as queixas dos clientes são resolvidas com maior facilidade e em menos tempo.

Leia mais: Qual a diferença entre psicólogo e terapeuta?

Tipos de hipnose

Assim como a psicologia e outras ciências, a hipnose possui diferentes abordagens. Conheça quais são elas:

#1 – Hipnose Tradicional

Criada por Dave Elman, a abordagem tradicional visa o relaxamento do corpo e da mente do paciente, induzindo-o ao estado hipnótico.

Nesse tipo de hipnose a pessoa tem de ser suscetível ao que o terapeuta propõe, por isso ela é uma abordagem que nem todas as pessoas conseguem atingir uma atenção focada.  

#2 – Auto-hipnose

Na auto-hipnose o próprio paciente aprende e controla suas emoções, usando ferramentas como jogo de palavras, mensagens subliminares e contagem.

O intuito é estimular a autoconfiança e autoestima, a partir do desejo de melhorar sua forma de lidar com as situações.

#3 – Hipnose Ericksoniana

Por respeitar os aspectos individuais de cada sujeito, a abordagem ericksoniana é o contrário da abordagem tradicional, que depende da suscetibilidade da pessoa.

A hipnose criada pelo psiquiatra Hyland Erickson é personalizada, o que a faz ser útil para todos os tipos de pacientes.

Esse método baseia-se numa via de mão-dupla, em que paciente e profissional se complementam: o primeiro com a abertura de seu inconsciente, e o segundo com os seus recursos e conhecimento.

Benefícios da hipnoterapia

A procura dos profissionais acerca do uso da hipnoterapia na sua atividade laboral cresceu devido a variados motivos.

O principal deles é a grande recorrência de pessoas interessadas na prática a fim de resolverem problemas específicos da vida.

Afinal, a hipnose como prática clínica atua no combate de inúmeros transtornos mentais, assim como no controle da obesidade e tabagismo. Sem falar que essa técnica de autoconhecimento promove o bem-estar do paciente, sem causar nenhum dano a sua saúde.

Entre os diversos problemas que podem ser tratados e/ou resolvidos com a hipnoterapia, podemos citar:

  • dependências químicas;
  • dificuldade de concentração;
  • fobias e medos;
  • angústias;
  • insônia.

É preciso graduação para ser hipnoterapeuta? Como trabalhar com a hipnoterapia?

Para trabalhar com a hipnoterapia, não é necessário um curso superior específico. E apesar de a hipnose terapêutica ser um método que pode ser usado em diversas situações, ela não pode ser aplicada por qualquer pessoa.

Isso quer dizer que, embora não haja uma graduação própria de hipnose, os profissionais que desejam usar a hipnoterapia com fim terapêutico precisam fazer um curso profissional que os habilitem para essa habilidade.

Conforme a Associação Americana de Profissionais Hipnoterapeutas (AAPH), a certificação de hipnoterapia deve ter uma carga horária de, no mínimo, 100 horas.

Leia mais: Guia do profissional: psicólogo

Mercado de trabalho para hipnoterapeuta: 7 profissões possíveis

Diversas categorias podem se beneficiar com o curso de hipnose. Pensando nisso, listamos 7 profissões que usam a hipnoterapia. Conheça quais são e como você pode trabalhar nelas!

#1 – Psicólogo e psiquiatra 

Tanto psicólogos como psiquiatras – profissionais de saúde mental – podem trabalhar as questões de seus pacientes a partir da hipnoterapia.

Na verdade, essa formação é excelente para complementar os tratamentos iniciados em suas práticas médicas.

Geralmente, psicólogos e psiquiatras utilizam a hipnose para tratar problemas como ansiedade, depressão, fobias e disfunções sexuais, dentre outros distúrbios físicos e psicológicos.

Após o Conselho Federal de Psicologia (CFP) ter aprovado a hipnose como recurso terapêutico, tem crescido o número de profissionais da área de saúde mental em busca de qualificação para suprir essa demanda.

Afinal, existem inúmeras condições psicossomáticas que podem ser minimizadas ou mesmo curadas com a hipnoterapia.

#2 – Médico

Por alcançar vários avanços ao longo das décadas, a hipnose foi reconhecida como uma prática médica de grande valor científico e terapêutico.

Prova disso são as distintas personalidades que, desde outrora, já se valiam dessa terapia complementar, como é o caso dos médicos James Braid, James Esdaile e Jean-Martin Charcot, precursores do procedimento.

Hoje, a medicina trata variados problemas com o apoio da hipnoterapia, como por exemplo, transtornos alimentares, dores crônicas, bruxismo, alergias e enxaqueca.

#3 – Coach

O coaching é uma estratégia ligada ao desenvolvimento humano que busca a organização dos pensamentos e a superação de bloqueios mentais.

Visando a construção de um plano de ação, essa metodologia almeja alcançar os objetivos pessoais do paciente.

Em vista da necessidade de capacitação, a hipnose passou a ser uma boa opção de complementar a formação do coach, ao passo que juntas, as duas ciências são capazes de trazer incontáveis benefícios.

Identificar crenças limitantes, traumas, controlar emoções e aumentar o nível de autoconhecimento são apenas algumas das vantagens dessa união, o que justifica o uso da hipnoterapia pelos coachings.

#4 – Fisioterapeuta

Utilizada no tratamento de traumas e enfermidades específicas, a ortopedia tem a possibilidade de contar com os ganhos da hipnoterapia.

Nesse caso, o paciente pode ser ajudado ao  saber manejar as experiências conflituosas que viveu no passado e que podem estar interferindo nas dores atuais.

Sem contar que até a forma de encarar o problema é modificada.

Isso porque a mente é treinada para desenvolver o autocontrole e realizar os movimentos necessários para determinado tratamento ortopédico. 

#5 – Dentista

É comum que muitas pessoas tenham medo de ir ao dentista, e a hipnoterapia é eficaz no controle dessas reações de “ameaça”.

Além de contribuir na anestesia convencional, a hipnose consegue ajudar os pacientes a diminuírem a ansiedade e, dessa maneira, ter uma experiência mais confortável nos procedimentos a serem realizados.

Como alguns problemas da fala têm origem psicológica, a hipnose pode ser utilizada como recurso terapêutico pelos fonoaudiólogos.

Se tornando hipnoterapeutas, esses profissionais têm a oportunidade de se diferenciar no mercado, especialmente quando os outros métodos não funcionam e a hipnoterapia consegue ser proveitosa nos tratamentos da voz e linguagem

#7 – Terapeuta 

Ambos os terapeutas, tradicionais ou holísticos, podem usar a hipnoterapia em suas consultas.

Para tal, basta terem permissão de seus sindicatos e a formação de hipnose certificada.

Desse modo, podem ampliar seu repertório de atendimentos e ajudar a solucionar outros conflitos pertinentes.

Qual o preço de uma sessão de hipnoterapia?

Arte com as cores amarelo e azul e um escrito perguntando "Qual o valor de uma sessão?"

Uma sessão de hipnoterapia varia em média entre R$100 e R$300.

Caso seja online/remota, esse valor pode ser menor, girando em torno de R$100 e R$150.

Em São Paulo/SP, por exemplo, costuma variar de R$200 a R$300. Já no Rio de Janeiro/RJ, esse preço é de aproximadamente, R$150.

Em suma, o valor do tratamento vai depender do tempo de cada sessão, das técnicas utilizadas, do meio de contato (presencial ou online), entre outros aspectos.

Leia mais: Quanto ganha um psicólogo?

Saiba como o Getninjas pode ajudar a trabalhar com a hipnoterapia!

Hoje você aprendeu 7 profissões que usam a hipnoterapia e como você pode trabalhar nelas.

Como vimos, são muitas as possibilidades de carreira a partir do uso da hipnoterapia. Aliás, falamos como a hipnoterapia funciona, quais os tipos de hipnose, seus benefícios, formação necessária para atuação e preço médio das sessões.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para você começar nesse mercado. Então, aproveite para fazer parte do nosso grupo de profissionais e consiga ainda mais clientes!

E se você está em busca de um profissional de hipnoterapia, conte com os nossos profissionais e encontre o terapeuta perfeito para te ajudar!

Você também pode gostar

Deixe um comentário