Guia do profissional: fotógrafo

17 minutos para ler

Saiba tudo que você precisa para ser um ótimo fotógrafo!

Sem dúvidas, uma das mais belas profissões é a de fotógrafo.

A área, que ganha cada vez mais protagonismo, foi possibilitada pelo avanço tecnológico e é o melhor meio de guardar memórias.

Afinal, a foto é uma forma de expressão em arte, com o fotógrafo sendo o artista responsável pelas capturas.

Cada fotografia, por si só, é capaz de contar uma história gigante e guardar as risadas e boas memórias de um dia bem vivido.

E que honra ser a pessoa que pode fazer esses registros, né?

A profissão do fotógrafo vai além da captura da imagem, e sobre o entendimento do momento e das pessoas para a realização do registro perfeito.

Aliás, se você já pensou em ser fotógrafo, talvez tenha chegado hora de começar.

Separamos um conteúdo que irá mostrar um grande guia da profissão, falando tudo sobre o dia a dia do fotógrafo. Leia até o final para entender cada detalhe desse ofício incrível.

O que faz um fotógrafo?

Como já conhecemos um pouco, a tarefa do fotógrafo é elaborar e capturar as imagens.

É importante reiterar a expressão elaborar, pois também é papel do fotógrafo criar o conceito artístico do registro.

Ele deve analisar o local, a posição dos elementos, a distribuição da luz, a escolha da perspectiva da foto e muito mais.

O nicho da fotografia é completamente diverso, com as fotos podendo variar de estáticas ou dinâmicas e possuindo uma infinidade de segmentos.

Seu dia a dia exige muito da tecnologia, tendo em vista que as câmeras são um bem digital, além de outros equipamentos, como luzes portáteis.

Além disso, o fotógrafo precisa ter um certo nível de dinamicidade, tendo em vista que ele fotografa diferentes pessoas e diferentes locais,

O que você precisa saber para ser um fotógrafo

A Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) é um documento com o objetivo de descrever as profissões regulamentadas

O código 2618-05, dentro do CBO, é o responsável por descrever a profissão do fotógrafo, considerando suas responsabilidades:

  • Criação de imagens fotográficas, seja colorida ou preto em branco, podendo relatar momentos, acontecimentos, cenas, pessoas, paisagens, objetos, etc.
  • Escolher equipamentos para os registros.
  • Prezar pelos equipamentos, mantendo-os calibrados e monitorados. 
  • Operar a câmera fotográfica, os acessórios e os equipamentos de iluminação.
  • Utilizar programas de edição de imagens.
  • Criar o conceito da fotografia.
  • Interpretar e se relacionar com o objetivo, o cenário e as pessoas a serem fotografadas.
  • Conhecer e utilizar de diferentes produtos e técnicas fotográficas.
  • Escolher o suporte material da fotografia.
  • Compor a imagem.
  • Regular a luz, seja a partir das posições, horários das fotografias ou equipamentos apropriados.
  • Realizar o enquadramento das imagens.
  • Fazer o registro da imagem sobre película ou meio magnético, a depender se a câmera é digital ou analógica.
  • Possui o conhecimento para revelar as imagens.
  • Editar e tratar as imagens.
  • Conhecer as propriedades para a alteração da imagem, como brilho, contraste, definição e corte.
  • Legendar imagem.
  • Fazer alterações na imagem, como restaurar, ampliar e retocar.
  • Criar efeitos gráficos a partir de programas digitais de edição de imagens.
  • Produzir   documentação   sobre  a imagem.
  • Registrar a autoria do registro fotográfico.
  • Conhecer o processo de arquivamento de documentos fotográficos.
  • Catalogar os devidos documentos fotográficos.
  • Auxiliar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.
  • Executar outras tarefas da área associadas ao ambiente organizacional.

Essas são as atribuições, de acordo com o CBO, do fotógrafo.

Confira também: Quanto custa um fotógrafo para casamento?

Mercado de trabalho

Áreas de atuação

Como já comentado, a área da Fotografia tem uma grande diversidade de áreas para serem trabalhadas.

Algumas delas são:

  • Fotografia Astronômica: especialização da fotografia que registra corpos celestes e grandes áreas do céu noturno.
  • Fotografia Artística: também chamada de fine arte, é uma fotografia artística que visa a expressão criativa do fotógrafo por meio da foto.
  • Fotografia Arquitetônica: responsável por registrar construções e ambientes internos de prédios e casas, podendo ser usado para fins informativos, comerciais ou artísticos.
  • Fotografia Científica: registros fotográficos de naturezas científicas e/ou não enxergadas a olho nu, registrando aspectos físicos, biológicos, químicos e geológicos da natureza e dos seres vivos. Essas capturas costumam ser usadas em materiais didáticos e informativos.
  • Fotografia de Culinária: também chamada de fotografia gastronômica, é a ação de capturar registros de diferentes tipos de pratos e alimentos, com o objetivo de despertar o desejo nos observadores.
  • Fotografia Documental: área voltada para retratar a realidade de maneira mais verossímil e detalhada o possível, sendo usada para representar um evento, acontecimento, pessoa, indivíduo, etc. Esse tipo de foto possui uma origem investigativa, cultural e artística.
  • Fotografia Esportiva: voltada para o mundo do esporte, tem o objetivo de fotografar atletas em performance, seja em eventos, campeonatos, competições, etc, com o objetivo de registrar o evento e os movimentos.
  • Fotografia de Família: como o próprio nome afirma, representa as fotos de família, mas não se restringindo à visão tradicional de mãe, pai e filho. A Fotografia de Família além de envolver todas as formas de família, também contém fotos de gestantes, irmãos, tios casais e diferentes variedades.
  • Fotografia Infantil: com o objetivo de retratar o desenvolvimento infantil e o crescimento da criança, envolve fotos de criança sozinha ou acompanhada dos pais, famílias e amigos.
  • Fotografia Jornalística: é a fotografia feita para fornecer um ponto de vista visual e crítico sobre uma notícia jornalística.
  • Fotografia de Moda: com uma vertente comercial forte, a Fotografia de Moda captura fotos de vestuários, acessórios e adereços, como roupas, produtos de beleza, brincos, saltos, maquiagem e mais. É voltado para para a exibição de peças, seja em anúncios, revistas ou outro meio de comunicação.
  • Fotografia de Retrato: para além de fotografar o rosto das pessoas, a Fotografia de Retrato tem o objetivo de, a partir da iluminação, poses e cores, capturar a personalidade de quem está sendo fotografado, podendo ser artística ou clínica.
  • Fotografia Social: esse ramo da fotografia envolve a cobertura de festas e eventos, seja aniversário, casamento, batizado, formatura, etc.
  • Fotografia Subaquática: fotografia feita sob a água, durante imersão ou mergulho, sendo necessário equipamentos e técnicas específicas para a realização dessa modalidade.
  • Fotografia de Viagens: para além da viagem, esse ramo da fotografia tem o objetivo de capturar as diferentes culturas do mundo, seja o seu território, seu povo ou seus costumes.
  • Fotografia de Paisagem: voltado para o registro detalhado de ambientes, seja de ambientes urbanos, como metrópoles ou cidades de interiores, ou ambientes naturais, como praias, florestas e campos.
  • Fotografia Publicitária: fotografia de qualquer objeto, cenário ou situação com o objetivo da persuasão, convencimento de venda ou conscientização sobre a temática tratada na imagem.

Qual a média salarial do fotógrafo?

Mas qual salário ganharia como fotógrafo?

Afinal, ao escolher uma profissão, também escolhemos qual a renda anual e a qualidade de vida pretendemos ter.

Como a fotografia possui várias áreas e ramificações, é difícil mensurar sua média salarial.

Entretanto, é normal que varie entre R$ 1.200 a R$ 3.500, podendo sofrer alterações a depender do seu cargo e escolha de área.

De acordo com o Salário.com, o fotógrafo ganha, em média, R$ 1.900, considerando uma jornada de 43 horas semanais.

O estado com o maior número de contratações e um mercado mais próspero é São Paulo.

Ainda é importante reiterar que esse cálculo não envolve bonificações extras. Entretanto, no ramo, é comum os profissionais receberem, frequentemente, comissões, gorjetas, bônus e etc.

Leia também: O que é freelancer?

Por que trabalhar como fotógrafo?

Para você que sempre se interessou no universo da fotografia, mas nunca começou: esse pode ser o momento perfeito.

A fotografia é uma profissão muito ampla e diversa, em que você terá a possibilidade de conhecer os diferentes ramos e, em cada um deles, os locais e as pessoas a serem fotografados. 

Então, para te dar aquele pontapé inicial, saiba 5 motivos pelo qual você deve ser um fotógrafo:

  1. Você terá, constantemente, experiências novas e diferentes, conhecendo locais, pessoas e culturas.
  2. Você aprenderá a apreciar pequenos momentos e observar detalhes, pois a beleza da fotografia está nas menores das coisas.
  3. Você será parte de grandes momentos das vidas das pessoas, fazendo registros eternos.
  4. Você pode usar da sua habilidade para fotografar a si mesmo e as pessoas que ama.
  5. Você poderá explorar toda a sua criatividade em seu trabalho.

Esses são alguns dos motivos pelos quais você deve se tornar fotógrafo. Mas agora é hora de aumentar essa lista: o que te motiva a se tornar um fotógrafo?

Pré-requisitos para a profissão de fotógrafo

O trabalho de um fotógrafo é muito dinâmico e exige que o profissional se adapte a diferentes contextos.

Por isso, para ser um fotógrafo de sucesso, existem algumas qualidades interpessoais importantes de serem cultivadas.

Para começo de tudo, é importante que o fotógrafo seja simpático e lide bem com outras pessoas. Afinal, grande parte do ofício será conversar e se relacionar com outras pessoas. Para manter um bom relacionamento e deixar o cliente satisfeito, a simpatia é primordial no processo.

Além disso, o fotógrafo tem que entender as necessidades e vontades do cliente, sendo o seu papel entender quais poses e contextos deixam a pessoa fotografada confortável ou desconfortável. 

Assim, sabendo ouvir as vontades do cliente e, usando a sua habilidade e experiência na área, é possível entregar o melhor serviço para um cliente feliz e satisfeito.

Por último, é importante empatizar com o seu trabalho, com o cenário, com as pessoas, com o objetivo da sessão de fotos. A partir do momento que você se coloca na posição, é possível pensar de maneira mais artística nas melhores fotos.

Existem outras habilidades e qualidades para um fotógrafo, mas é importante lembrar que você não precisa nascer com todas elas.

Parte da profissão também é evoluir e aprender essas coisas no dia a dia.

Comece e veja a evolução em si mesmo, aos poucos.

Formação desejada

Em relação ao seu nível de ensino, não é necessário uma graduação universitária para a profissão, mas, geralmente, é exigido o ensino fundamental incompleto e 1 ano de experiência.

Ainda é possível a exigência de cursos profissionalizantes, em que nele você aprenderá:

  • Linguagem fotográfica: conteúdos de técnica e estética fotográfica.
  • Equipamentos: conteúdos sobre os diferentes tipos de equipamentos a serem usados pelo fotógrafo.
  • Luz: conteúdo sobre o estudo da luz na fotografia e materiais e equipamentos para isso.
  • Conteúdos segmentos: falando sobre sua área de preferência, como fotojornalismo, fotografia de retrato ou fotografia subaquática.

Mas, no geral, existem diversas formas de ser fotógrafo.

Como primeira opção, é possível fazer a graduação na área, como o curso de Audiovisual, e trabalhar no ramo de sua preferência.

Além disso, é possível possuir o ensino médio completo e realizar cursos e capacitações dentro da área, já podendo se profissionalizar como fotógrafo.

Por último, ainda é possível ser fotógrafo a partir de aprendizados do dia a dia, como aprendiz de uma profissional ou até mesmo sozinho.

Isso quer dizer que é possível começar como ajudante de outros fotógrafos e aprender com eles.

Dicas para um recém fotógrafo

Quando entramos em um novo desafio, nos preocupamos muito em dar o melhor de nós.

Principalmente quando falamos em um futuro profissional. Todo mundo quer ser capacitado, bem-sucedido e conhecido.

Então, para você ser o melhor profissional que consegue, existem algumas dicas que você pode manter em mente.

Assim, separamos algumas dicas para você seguir e ser um ótimo profissional.

Para ser efetivo, anote as dicas e pratique no seu dia a dia.

Como ser um profissional de sucesso

Um profissional de sucesso está em constante evolução, mas tem alguns princípios que ele nunca esquece.

Portanto, confere essas dicas de como arrasar e encantar seus clientes.

#1 – Esqueça a quantidade e foque na qualidade

Ao entrar na fotografia, pode ser confuso o processo de qual câmera e equipamentos escolher. Afinal, são muitas opções.

Mas, dentro desse processo, aprenda a focar no seu. Se você comprou uma câmera, aprenda todo o seu funcionamento, saiba como explorá-la e use sua criatividade nisso.

A partir da evolução do seu trabalho, você saberá o momento de adquirir uma nova máquina.

#2 – Não utilize o modo automático da câmera

O modo automático da câmera serve para a própria máquina definir como a foto será tirada, em quesitos de foco, luminosidade e etc.

Entretanto, como profissional esse é o seu papel. Utilize então, o modo manual, para estar no controle de como a foto será feita.

#3 – Esteja sempre buscando conhecimento

Todo profissional sabe que todo conhecimento do mundo é pouco. Por isso, coloque um tempo na sua semana para estudar. Por ser por livros, documentários, galerias, conversa com outros fotógrafos. 

O importante é manter a mente ativa.

#4 – Crie um portfólio

Como o cliente terá confiança em seu trabalho antes de vê-lo?

O portfólio é extremamente importante para expor o seu trabalho e conquistar novos clientes. 

Por isso, selecione as melhores fotos, monte uma apresentação e envie para todos.

Se você está iniciando sua carreira, convide amigos e faça uma sessão de fotos: eles ganharão fotos bonitas e você ganhará a base do seu portfólio.

Ah, e, sempre que possível, atualize as fotos do portfólio.

#5 – Pergunte sempre

Um bom fotógrafo sabe que é preciso entender o cliente para tirar boas fotos.

É sempre importante que você empatize com os gostos, as vontades e os desconfortos de quem está sendo fotografado.

Afinal, as melhores fotos são sempre as mais espontâneas.

#6 – Reconheça o seu processo de evolução constante

Sempre vai ter uma coisa nova para aprender, né?

Claro! E, no final do dia, até mesmo os grandes nomes da Fotografia estão em constante modo de aprendizado.

Saiba que você pode ser um profissional incrível e reconhecido, mas estará sempre em processo de evolução.

Livros para ser um profissional de sucesso

Um dos grandes segredos de um profissional de sucesso é manter a busca constante por conhecimento, inclusive em livros e referências da mesma área.

Por isso, separamos alguns livros que podem te ajudar nesse processo.

#1 –  Leia Isto Se Quer Tirar Fotos Incríveis

Fotógrafo, escritor e palestrante, Henry Carroll lançou o livro em 2014 com o objetivo de expandir o conhecimento sobre fotografia de uma maneira acessível e prática.

O livro fala sobre composição, luz e até mesmo as configurações básicas da câmera. 

Sendo capaz de usar conceitos complexos com uma explicação simples e sempre usando exemplos de grandes fotógrafos, o livro torna-se um verdadeiro manual para aqueles que estão começando sua carreira.

#2 –  O Manual da Fotografia Digital

Doug Harman, fotógrafo e escritor, escreve o Manual com o objetivo de cumprir o seu propósito da palavra, ensinando todos os aspectos, de maneira minuciosa, da Fotografia Digital.

O autor fala sobre a câmera, softwares, técnicas de edição, direitos autorais e até dicas para expandir seu trabalho.

O livro é um apanhado de diferentes aspectos com diversas imagens para facilitar o entendimento, tornando-se ideal para iniciantes da área.

#3 –  O olho do fotógrafo

Livro para um momento de mais maturidade na área.

Michael Freeman, fotógrafo, escritor e jornalista, escreve o livro com o objetivo de aumentar o nível de conhecimento dos fotógrafos, principalmente no que tange à composição de fotos.

O livro é repleto de exemplos visuais e perfeito para ser lido após os dois livros iniciais citados.

#4 –  Fotografia. O Guia Visual Definitivo do Século XIX à Era Digital

Livro feito por um grande nome da fotografia.

Tom Ang, fotógrafo, autor, viajante e acadêmico, foi um membro fundador da Wandsworth Photo Co-op, o maior recurso de fotografia independente de Londres.

O livro, de maneira visual, conta a história da fotografia, indo dos seus primórdios até o dia de hoje.

Boas práticas de como ser um profissional

Se você decidiu ser fotógrafo, algumas dúvidas podem estar rodando a sua cabeça.

Como conquistar os primeiros clientes? Como me portar diante de um ensaio?

Por isso, confira algumas dicas essenciais para colocar em prática.

  • Tente tirar o olhar apenas da foto e foque na pessoa que está sendo fotografada. Sempre garanta que ela esteja confortável e satisfeita.
  • Caso perceba o desconforto ou insatisfação do cliente, pergunte e entrem em acordo de como aquela sessão pode ser melhorada.
  • Dê sugestões de fotos e espere o retorno do cliente. Ao entender seu conhecimento técnico com as vontades dele, é possível chegar a um meio termo interessante.
  • Tenha um cartão de visitas profissional para sempre entregar aos seus clientes, com nome, localização, meios de contato e uma instrução para acesso ao seu portfólio.
  • Além de um portfólio, você pode criar um site que terá todas as informações do seu trabalho: um texto sobre você, suas produções, meios de contato e o que mais sentir necessidade de colocar.
  • Utilize das redes sociais para divulgar seu trabalho, podendo ser a partir da criação de conteúdos sobre fotografia, a interação com clientes ou produção de lives.
  • Conheça o GetNinjas. Somos um aplicativo voltado para a conexão de quem precisa com quem sabe fazer. Como fotógrafo, você pode (e deve) se inscrever no site como prestador de serviço e, naturalmente, os clientes chegarão em você.

Glossário da profissão

Como fotógrafo, essas são algumas palavras que você irá conhecer:

  • Abertura: abertura da lente objetiva que permite a entrada de luz
  • AF: também chamado de autofoco, recurso que permite o foco automático das máquinas.
  • Ângulo de visão: é a região que conseguirá ser captada pela lente.
  • Assunto: tema que será captado, seja um objetivo, animal, pessoa ou local.
  • Balanceamento de cores: ajuste de cores para melhor nitidez.
  • Balanço de branco: pré-ajuste das cores da imagem.
  • Distância focal: distância entre o objetivo e a lente focal.
  • Exposição: tempo que o sensor da câmera fica exposto para a formação da foto.
  • Fotômetro: equipamento utilizado para a intensidade e reflexo da luz.
  • Pixel: medida para medir a qualidade e resolução da imagem.

Ansioso para ser fotógrafo de primeira? 

Agora que você já sabe tudo e mais um pouco sobre o dia a dia de um fotógrafo, deu vontade de iniciar sua carreira?

Nós do GetNinjas, somos o maior site de serviços e trabalhamos com a missão de ser a principal fonte de renda dos nossos profissionais.

Somos um gerador de oportunidade e temos todos os tipos de modalidades, desde fotografia artística, cobertura de evento até fotografia subaquática.

Conheça nossa plataforma, inscreva-se como prestador de serviço e transforme sua carreira de fotógrafo com a gente.

Você também pode gostar

Deixe um comentário