Guia do profissional: maquiador

Mulher usando batom vermelho sendo maquiada.
18 minutos para ler

Neste Guia, você vai saber tudo da profissão de maquiador, desde o que ele faz, o que precisa saber, onde pode atuar e quanto pode ganhar. 

Ainda vai receber dicas sobre as boas práticas, como ter sucesso, melhores livros e um glossário com termos específicos do mundo das makes.

Confira aqui um índice das informações que você irá ver neste artigo:

  • Atribuições e funções de um maquiador;
  • Áreas de atuação e mercado de trabalho do maquiador;
  • Média de salários e valores dos serviços prestados;
  • Vantagens de trabalhar como maquiador;
  • Conhecimento necessário para trabalhar nessa área;

O que faz um maquiador?

Desde crianças, ficamos maravilhados com as maquiagens. E não é por nada. Maquiar o rosto de alguém é quase a mesma coisa do que desenhar, pintar, embelezar e através dela você consegue até mesmo assustar. 

A maquiagem está em tudo. No dia a dia das mulheres, quando saem para trabalhar, fazer compras, participar de eventos, frequentar festas e assim por diante. Para muitas delas, passar uma base, um batom e um rímel é tão importante quanto colocar uma roupa. Não vivem sem.

Mas esse mercado da maquiagem, que estava direcionado quase exclusivamente para as mulheres, mudou. Hoje em dia, homens também usam produtos de beleza para cuidar da pele e da estética. 

Isso porque há uma infinidade de produtos disponíveis, cada um com sua especificidade para combinar, da melhor forma, com o seu usuário. Só na categoria dos batons, por exemplo, podemos citar:

  • Batom matte
  • Batom acetinado
  • Batom cremoso
  • Batom vinil
  • Gloss ou brilho labial

Esses são tipos de batons que são vendidos em muitas cores.

Pensando apenas nessa categoria, você saberia dizer qual o batom que mais combina com sua pele e tipo de boca? Matte vermelho? Cremoso rosa? Pois um bom maquiador vai saber te responder. 

Se estivermos falando de maquiadores profissionais, melhor ainda. Vamos te explicar porquê. Um maquiador profissional é responsável pela aplicação de produtos de beleza na pele das pessoas, geralmente no rosto, o que vai depender do tipo de maquiagem a ser feita.

Existem muitos vídeos no YouTube e em outros sites da Internet com tutoriais que ensinam a fazer maquiagens para uso diário. No geral, esses tutoriais têm como objetivo ensinar a:

  • Identificar o tipo de base ideal e fazer aplicação correta da base para suavizar o rosto;
  • Fazer a aplicação correta da sombra, lápis e rímel na região do olho, usando as cores mais adequadas e técnicas específicas para atingir o efeito desejado;
  • Aplicar blush corretamente nas maçãs do rosto, visando uma aparência ruborizada ou bronzeada;
  • Passar o batom adequado para, por exemplo, deixar os lábios mais volumosos;

Se você pesquisar pela Internet vai encontrar vídeos com blogueiras ou blogueiros ensinando técnicas específicas sobre uso de cosméticos em determinados tons de pele, aplicação de glitter, sombra escura para fazer com que os olhos pareçam menores e sensuais, sombra clara para fazer com que os olhos pareçam maiores e mais tranquilos e assim por diante.

Há muito o que saber do ramo da maquiagem, como:

  • Conhecer os produtos cosméticos;
  • Aprender técnicas;
  • Ter um bom senso estético;
  • Treinar e treinar e treinar, aperfeiçoando cada vez mais sua técnica e dando espaço para a criatividade;

E, é claro, se você estiver a fim de investir nessa carreira e encarar o mercado, você precisa de uma certeza: ser apaixonado por maquiagem. 

Leia mais: Guia do profissional: manicure

O que você precisa saber para ser um maquiador?

Foi-se o tempo em que maquiar era coisa de mulher para eventos sociais. O mercado de trabalho é muito mais amplo. O maquiador pode trabalhar para a televisão, em salões, como autônomo, em festas infantis, no mercado de noivas e assim por diante.

Maquiadores reconhecidos em seus nichos podem ganhar muito dinheiro. Um maquiador de noivas chega a ganhar em torno de R$20.000,00 por 1 evento. Porém, para conquistar espaço, é importante investir em produtos de qualidade, praticar e continuar estudando.

Áreas de atuação

O mercado de trabalho para maquiadores profissionais é bastante promissor no Brasil, especialmente por sermos o terceiro maior mercado de consumo de produtos de beleza. 

Além disso, há bastante valorização da imagem nos dias de hoje, especialmente em função do uso de redes sociais. Todo mundo quer aparecer bem na foto, não é mesmo? 

Mercado de trabalho

Você pode trabalhar nos seguintes nichos de mercado:

  • Maquiagem artística ou cênica

Esse é o tipo de maquiagem que serve para caracterizar personagens. Um exemplo clássico é o palhaço. Saber fazer cicatrizes ou marcas de machucados integra esse nicho. Além de trabalhar maquiando atores e atrizes para o cinema, teatro e televisão, um maquiador artístico pode trabalhar com eventos folclóricos ou populares, como o carnaval. Também pode atuar pintando borboletas, fadinhas ou super-heróis nas crianças em festas ou eventos infantis. 

O maquiador artístico trabalha com outros tipos de produtos, geralmente mais duradouros, com maior cobertura e cores mais fortes. 

Se você for se especializar na maquiagem artística, pode trabalhar nos seguintes setores:

  • televisão
  • cinema
  • peças de teatro
  • circo
  • óperas

O setor televisivo é o mais visado pelos maquiadores profissionais por 2 motivos principais: salário superior ao do mercado e o reconhecimento na área. Mas é importante ressaltar que para chegar lá, é preciso investir na formação e na prática. 

  • Maquiagem social

Para fazer uma maquiagem para eventos sociais, como formaturas e casamentos, além de saber usar os produtos adequados, é importante que o maquiador profissional saiba o que o cliente quer. 

A maquiagem não é apenas estética, nem deve ser usada só para imitar o que é tendência. Isso é importante, claro, mas a maquiagem também serve para demonstrar a personalidade e realçar os traços mais marcantes do cliente.

Quem for se especializar nessa área, pode atuar como autônomo e atender à domicílio, por exemplo. A maioria dos maquiadores sociais trabalha em salões de beleza e em clínicas de estética. 

  • Mercado fashion

Esse tópico faz referência à maquiagem relacionada à moda e publicidade, ou seja, que aparece nos editoriais de moda, nas passarelas, em campanhas publicitárias. O diferencial aqui, é usar a criatividade, desde que esteja em sintonia com o look ou a estética apresentada. 

Como a ideia é vender a produção para uso diário, também é importante mostrar uma pele limpa para dar a impressão de não ter maquiagem. Isso tudo vai depender do objetivo do trabalho.

Essa área de atuação demanda muito do profissional. Alguns shootings fotográficos podem se estender madrugada adentro. O processo de maquiagem pode levar apenas 1 hora, mas os retoques podem ser necessários durante todo o processo, por exemplo. 

Outro ponto importante é que muitos trabalhos são realizados nos finais de semana, feriados ou até mesmo em horários inoportunos, o que requer bastante dedicação e comprometimento do profissional.

Neste caso, também é importante entender de iluminação, colorimetria de de maquiagem específica para a fotografia. 

O maquiador fashion pode trabalhar em:

  • editoriais
  • desfiles
  • campanhas
  • shootings fotográficos
  • Mercado de noivas

Esse é um nicho em alta no mercado. Afinal, para muitas mulheres e homens, o casamento não é um evento qualquer, mas uma ocasião dos sonhos. E somado a esse fator, temos a volta dos eventos sociais depois da pandemia, o que deixou esse mercado aquecido. 

Se você conseguir fazer a maquiagem perfeita para a noiva, madrinhas e familiares, quando for o caso, vai ser indicado para outras pessoas, o que torna o trabalho bastante rentável.

Cuidados específicos para este tipo de maquiagem: 

  • Uso de maquiagem com mais durabilidade
  • Excelente acabamento da maquiagem para fotos e vídeos
  • Entender o que a noiva quer, por meio de referências, e saber fazer as adequações necessárias

Um diferencial é fazer o penteado, para que a noiva possa ser atendida por apenas um profissional. Se esse não for seu forte, pode sugerir o trabalho em dupla com um cabeleireiro de confiança. 

O maquiador de noivas pode trabalhar em salões de beleza, à domicílio, no local do casamento ou onde for do interesse da noiva. 

  • Educação

Um maquiador profissional pode atuar na área da educação, dando aulas sobre como se maquiar ou prestando consultorias tanto sobre tipos de maquiagens, quanto ajudando empresas do ramo na criação e lançamento de produtos. 

Exemplos de locais de atuação:

  • cursos
  • escolas de maquiagem
  • empresas

Interessado em saber quanto ganha um maquiador profissional? Então, siga para a próxima seção.

Qual a média salarial da profissão?

O valor médio do salário do maquiador fica em torno de R$1.500,00 para 43 horas de trabalho semanais, considerando que esse profissional esteja empregado em regime CLT. 

Esse salário varia conforme os seguintes critérios, entre outros:

  • Cidade de atuação, sendo o Rio de Janeiro com média salarial mais alta, em torno de R$1.900,00 e Manaus, a mais baixa, em torno de R$1.200,00
  • Porte da empresa, sendo a empresa de médio porte a que mais paga, um pouco mais do que a de pequeno porte
  • Nível profissional, considerando 3 níveis 

Se você trabalhar como freelancer ou de forma autônoma, tiver sucesso e experiência na área, pode receber em volta de R$8.000,00 por mês. O salário médio de um maquiador que trabalha na televisão fica em torno de R$3.500,00, considerando a emissora SBT e R$3.100,00 na Rede Globo.

Um maquiador de noivas pode cobrar, em média, R$5.000,00 para make e penteado. Se for famoso, pode cobrar de R$15.000,00 a R$20.000,00, por um único evento. Mas para poder chegar nesses valores, há muito chão pela frente.

Leia mais: Guia do profissional: personal stylist

Por que trabalhar como maquiador?

Agora veja quais são as principais habilidades e conhecimentos que o maquiador profissional deve ter para entrar no mercado. 

Pré-requisitos para esta profissão

Vamos citar algumas das habilidades essenciais para o maquiador profissional:

  • Gostar de estética e ter um bom senso estético
  • Coordenação e habilidades manuais
  • Ter boa visão
  • Saber ouvir e se comunicar
  • Ter firmeza
  • Ser criativo
  • Saber combinar cores
  • Ser detalhista
  • Ter paciência
  • Ter dedicação
  • Ter comprometimento

Mais adiante, você vai receber dicas de como ser um profissional de sucesso, o que também envolve o desenvolvimento de habilidades.

Formação desejada 

Não há uma formação específica para exercer a profissão de maquiador. Alguns profissionais chegam a essa especificidade por terem tido uma formação superior em Moda, por exemplo, mas isso não é regra, até porque essa profissão não é regulamentada pelo Ministério da Educação.

Mulher apicando blush em outra que está com batom vermelho.

No entanto, para obter os conhecimentos necessários para ser um bom profissional, é preciso ter uma boa formação teórica e técnica, além de experiência prática.

Esta formação pode ser feita por meio de:

  • Cursos profissionalizantes
  • Cursos para atualização
  • Participação em workshops, feiras e congressos de beleza

Há inúmeras vantagens de investir em cursos de maquiagem para ir aprimorando o seu trabalho. Alguns dos mais básicos básicos vão te ensinar:

  • A preparar a pele
  • Sobre o tipo de cobertura de cada base
  • A usar cada tipo de pincel, entre outras coisas

Nos cursos com maquiadores renomados e instituições reconhecidas, você aprenderá técnicas mais específicas, além de materiais de apoio, como apostilas e curadoria, material complementar e um certificado de conclusão.

Leia mais: Guia do profissional: esteticista

Dicas

Agora que você já sabe bastante sobre a profissão de maquiador, separamos algumas dicas super interessantes para você ser um profissional de sucesso, além de receber algumas indicações de livros e cursos sobre o mundo da maquiagem.

Como ser um profissional de sucesso

Para ter sucesso em qualquer profissão, é necessário fazer os investimentos iniciais, até porque todos sabemos que o mercado está concorrido. Não é diferente para os maquiadores. Por isso, preste atenção às nossas dicas:

  • Tenha produtos e materiais de qualidade

No caso da maquiagem, bons cosméticos fazem toda a diferença. Você pode ser um excelente maquiador com técnicas incríveis, mas se não usar produtos de qualidade, o resultado não vai ficar bom. 

Além da frustração, você pode receber uma má reputação. Comentários e avaliações negativas se espalham facilmente pela rede. Depois disso, fica difícil reverter o quadro e gerar confiança para os possíveis clientes. 

Se você investir em cosméticos de alta qualidade, lembre-se de conferir data de validade e estado de conservação, antes do uso. Ah, e não esqueça de deixar tudo organizado na maleta de trabalho, para não faltar nada. 

  • Fique de olho nas novidades

As tendências na moda mudam com frequência. Acompanhe os desfiles, pesquise sobre novas técnicas e produtos que estão sendo desenvolvidos. Teste esse novos produtos. Continue sua formação.

  • Use a internet para divulgar o seu trabalho

Se você não estiver na rede, dificilmente será notada. Hoje em dia, para oferecer qualquer tipo de serviço, é essencial trabalhar com o marketing digital. Faça um perfil profissional em alguma rede social e/ou crie um canal no YouTube com dicas, informações, seu portfólio e tudo o que achar interessante mostrar.

Interaja com seus interlocutores e saiba mediar conflitos. Saber responder comentários negativos pode servir a seu favor. E não se esqueça de colocar seus dados para contato.

  • Entenda sua clientela

Se você quiser ter uma agenda cheia, precisa ter clareza sobre uma coisa: seus clientes precisam ficar satisfeitos com o seu trabalho. Para ter mais garantias de que isso venha a acontecer, converse com ela. Escute o que ela pensou em fazer e respeite suas preferências.


Assim que você souber sobre seus gostos, qual o evento e roupa a ser usada, faça suas sugestões. Nem sempre vocês entrarão em acordo sobre todas as coisas, mas isso faz parte do ofício.

Para mostrar que você tem autoridade no assunto, ou sabe do que está falando, é importante demonstrar as qualidades de um produto em detrimento de outro, explicar por que sugeriu tais cores ao invés de outras e assim por diante. 

Melhores livros

Já ficou claro que é preciso continuar estudando e se atualizando para saber das tendências do mercado da estética, em geral. Isso não quer dizer que não se possa aprender com livros que tenham sido escritos há mais tempo e que abordam questões fundamentais da maquiagem.

Conheça os 5 livros fundamentais para os maquiadores, assim como os 5 mais vendidos em 2022, nessa ordem:

  1. Max factor: O homem que mudou as faces do mundo, escrito por Fred Basten
  2. A mulher que inventou a beleza: A vida de Helena Rubinstein, escrito pela Michèle Fitoussi
  3. Milady maquiagem: Teoria das cores, maquiagem especiais, evolução da Maquiagem, de Michelle Allaird
  4. Psicologia das cores: Como as cores afetam a emoção e a razão, escrito por Eva Heller
  5. Makeup: The ultimate Guide, de Rae Morris
  6. Pequeno livro de maquiagem: Guia para toda hora, de Paula Espelho
  7. Maquiagem: O segredo dos profissionais, de Kit Spencer
  8. Maquiagem como profissão: Atuação profissional e mercado de trabalho, de Alexandre Krizek
  9. Maquiagem:Os segredos dos profissionais, publicado pela editora Quarto
  10. Maquiagem, escrito por Duda Molinos

Boas práticas de como ser um profissional

Seguimos com as dicas. Agora, com as recomendações de boas práticas do maquiador profissional, que serve como complemento à seção de como ter sucesso na área. 

  • Tenha objetivos claros

Vale estabelecer metas para criar um planejamento e descrever o que você precisa fazer e quanto pode investir para chegar onde você quer. 

O que você quer fazer numa primeira etapa? Quais produtos e itens precisam ser comprados? Quais técnicas precisam de aprimoramento e em quais cursos é preciso investir? Colocar no papel ou em um documento online possibilita uma visão mais real do que pode ser feito de fato.

  • Determine seu nicho

Lembra dos nichos citados anteriormente? Em qual você quer investir? Maquiagem artística? Maquiagem de noivas? Maquiagem social? Para cada um, é necessário investimentos mais específicos. 

  • Realize cursos e busque referências

Vale repetir a importância da formação e atualização de técnicas. Fique no nicho escolhido e no planejamento estabelecido. Participe de eventos, congressos, workshops e siga profissionais da área nas redes sociais. Isso também é uma forma de fazer contatos interessantes para oportunidades futuras. 

  • Pratique

Sirva como modelo com sua própria maquiagem, mas não deixe de praticar em amigos e familiares. Se ofereça para maquiar suas amigas para um evento e não esqueça de registrar tudinho e colocar na rede. 

Marcar uma amiga na rede social, ser marcada e compartilhada vai te ajudar na divulgação do seu trabalho. Essas práticas também servem como uma maneira de construir um portfólio. 

Peça feedback sobre seu trabalho, incluindo outros aspectos super importantes que fazem parte da prestação de serviço, como: atendimento, assepsia, qualidade dos produtos e assim por diante.

  • Monte seu portfólio

Seguindo a dica anterior, registre seu trabalho, enquanto estiver aprendendo o mais básico até as maquiagens remuneradas. Isso vale até mesmo para mostrar a sua evolução. 

Aproveite as redes sociais ou outros sites da Internet para divulgar seu portfólio, sempre com a autorização de seus clientes.  

  • Saiba definir seu preço

Não é fácil valorizar o próprio trabalho, ainda mais em início de carreira. 


A dica é levar em consideração:

  • gastos com produtos
  • tipo de maquiagem
  • tempo para fazer a maquiagem
  • investimento em cursos
  • tempo de experiência

Também é importante fazer uma pesquisa de mercado para saber quanto seus colegas estão cobrando. É importante não cobrar muito mais, nem muito menos. 

No primeiro caso, vai ser difícil conseguir clientes. No segundo, seu trabalho pode ser visto como desvalorizado e acabar desvalorizando a própria categoria. 

  • Persista

Tudo na vida leva tempo. Seja persistente com o seu trabalho. Os obstáculos estão aí e podem ser superados, ainda mais se você estiver certo da sua escolha. O caminho pode ser longo, tortuoso, mas trabalhar com o que se gosta é muito mais valioso.

Glossário da profissão

Para te incentivar a começar agora mesmo, conheça os termos mais usados no mundo do make.

  • Acabamento: Aspecto que oproduto de maquiagem vai deixar no rosto. 
  • Antibrilho: Efeito que alguns produtos para controlar a oleosidade durante o dia. 
  • BB Cream: Produto que hidrata a pele, suaviza imperfeições, uniformiza, ilumina, tem ação antibrilho e protege dos raios UV.
  • Bronzeador: Produto que dá a impressão de bronzeamento e controla o brilho excessivo. 
  • Brilho espelhado: Quando um produto deixa um brilho diferente, como se refletisse a luz ao redor. É o caso do gloss.
  • Cobertura aveludada: Efeito do uso da base, especialmente do tipo mousse,  que deixa um leve brilho e toque macio. 
  • Côncavo: Parte mais funda da região superior dos olhos. 
  • Contorno:  Técnica geralmente usada para afinar o rosto, com produtos como o pó bronzeador e o iluminador.
  • Cintilante: Tipo de brilho presente em batons, sombras e até em blushs.
  • Esfumar: Espalhar um produto delicadamente até que o acabamento fique em um degradê parecido com o efeito da fumaça. 
  • Iluminador: Produto usado para dar brilho e destaque para algumas áreas do rosto. 
  • Kajal: Um tipo de lápis com pigmentação forte e textura macia.
  • Linha d’água: A linha rente aos cílios inferiores, na parte interior da pálpebra. 
  • Lip balm: Produto usado para hidratar os lábios. 
  • Longa duração: Indicação que o produto vai durar por mais tempo que o comum.
  • Matte: Acabamento seco e sem brilho encontrado em sombras, bases e batons. 
  • Metalizado: Efeito de maquiagem que imita o aspecto de metais, como aço e ouro. 
  • Oil free: Indicação que o produto é livre de óleos em sua composição. 
  • Perolado: Acabamento inspirado no brilho delicado das pérolas. 
  • Pó compacto: Pó prensado na embalagem, ajudando a não fazer sujeira ou a não desperdiçar.
  • Primer: Produto que ajuda a uniformizar a pele e prepara a região para receber a base. 
  • Strobing: Técnica que ressalta as regiões mais altas do rosto com um iluminador. 
  • Textura: Tipo de fórmula, que pode ser líquida, cremosa, em pó ou em mousse. 
  • Zona T: A parte do rosto que é composta por testa, nariz e queixo, formando uma letra “T”.

Depois desse conteúdo é bem provável que você já se sinta um pouco mais preparado para começar a trabalhar como maquiador profissional ou pelo menos tenha uma direção para dar os primeiros passos.

Se você quiser trilhar esse caminho, cadastre-se no GetNinjas e comece sua jornada de sucesso. 

E se você está precisando de um maquiador para algum momento especial, procure profissionais no GetNinjas

Você também pode gostar

Deixe um comentário