O que você precisa saber para trabalhar como nutricionista

9 minutos para ler

Conheça informações fundamentais para quem deseja trabalhar como nutricionista!

Muitas pessoas querem trabalhar como nutricionista, mas não sabem por onde começar. Neste artigo, vamos mostrar tudo o que você precisa saber para conhecer bem a profissão.

Nutrição é uma atividade quase centenária no Brasil. Em 1939, na Universidade de São Paulo, foi instituído o primeiro curso no país. O reconhecimento da profissão, entretanto, chegou em 1967, com a criação da lei que regulamenta a profissão e a instituição dos conselhos regionais de Nutrição.

Nutricionista é o profissional que cuida da saúde alimentar das pessoas. A partir de consultas e informações sobre a saúde mental e física do paciente, o nutricionista desenvolve planos alimentares que levam em consideração os objetivos a serem alcançados.

Seja para ganhar mais massa muscular, reduzir o risco de doenças vasculares, controlar o diabetes ou vencer a compulsão alimentar, a orientação de um nutricionista é essencial para cuidar da saúde nutricional de uma pessoa.

Todo o trabalho do nutricionista deve levar em consideração os diversos fatores que envolvem a vida de cada paciente. Assim sendo, é preciso conhecer os hábitos de vida, as condições financeiras, os objetivos com a dieta e encontrar o melhor caminho para cada um, com um tratamento específico e personalizado.

Como trabalhar como nutricionista?

A Nutrição é uma atividade na área da saúde, mas apesar de ter ligação com o setor, não tem a ver com a Faculdade de Medicina. Nutrição é uma carreira autônoma e quem opta por ela pode escolher entre três tipos de formação: técnico, tecnólogo ou bacharelado, além da especialização com uma pós-graduação.

Os nutricionistas estudam sobre antropologia, educação alimentar, nutrição humana, ética, fisiologia, psicologia no atendimento nutricional, tecnologia de alimentos, dietoterapia, administração de Unidade de Alimentação e Nutrição, entre outras disciplinas. 

Tudo isso é aprendido para chegar a uma formação bastante completa que garanta o pleno exercício da atividade, preparando um profissional capacitado para compreender o todo e não somente prescrever dietas sem fundamento.

Um profissional de nutrição pode atender em diversos ambientes, desde consultórios próprios até dentro de empresas ou escolas. Cada área de atuação do nutricionista corresponde a um trabalho diferente e específico, mas sempre voltado para o bem-estar e a saúde das pessoas.

Para exercer a profissão, além do diploma em Nutrição, o nutricionista precisa estar inscrito no Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) da sua região.

Áreas em que o nutricionista pode atuar

No Brasil, a profissão de nutricionista tem crescido exponencialmente. De acordo com dados do CFN, em 2009, havia aproximadamente 56 mil nutricionistas no país, quantidade que passou para quase 132 mil, em 2019

Além disso, cabe ressaltar que entre 2000 e 2018, surgiram 514 novos cursos, aumentando de 95 para 609.

O mercado da nutrição é predominantemente formado por mulheres: 

  • 94,1% dos profissionais são do sexo feminino;
  • 72% delas estão formadas há 5 anos ou mais;
  • 62,5% estudaram em instituições de ensino particulares;
  • 73,2% tem alguma pós-graduação.

Entre os principais campos de atuação escolhidos pelos nutricionistas, os que mais se destacam são os seguintes:

  • Alimentação coletiva;
  • Nutrição clínica;
  • Saúde coletiva.

Os três campos com menos destaque, mas que merecem especial atenção, são os seguintes:

  • Indústria;
  • Nutrição esportiva;
  • Marketing.

As áreas em que um nutricionista pode trabalhar são as seguintes:

  • Alimentação coletiva, atuando em Unidades de Alimentação e Nutrição, tais como restaurantes, hotelaria, empresas fornecedoras de alimentos, Alimentação Escolar e Alimentação do Trabalhador;
  • Docência, atuando em atividades de ensino e pesquisa;
  • Fitoterapia, podendo prescrever fitoterápicos (medicamentos extraídos de plantas medicinais) caso tenham especialização na área ou chás e infusões, caso não sejam especializados;
  • Indústria de alimentos, atuando no desenvolvimento e produção de alimentos industrializados;
  • Marketing na área de alimentação e nutrição, auxiliando na criação de campanhas de marketing ou publicidade científica sobre alimentos;
  • Nutrição clínica, atendendo em hospitais, clínicas, ambulatórios, bancos de leite humano, centrais de terapia nutricional, spas, casas de repouso, e etc.;
  • Nutrição esportiva, atendendo em ambientes ligados à prática de esportes com foco específico na preparação nutricional de atletas;
  • Saúde coletiva, atuando em políticas públicas, programas institucionais e vigilância sanitária.

O nutricionista pode atender sozinho, em uma equipe de nutricionistas ou mesmo numa equipe multiprofissional. Cada área de atuação vai determinar o tipo de atendimento que o nutricionista irá realizar.

No que tange ao local de trabalho, um nutricionista pode trabalhar em:

  • Agências públicas de fiscalização;
  • Academias;
  • Casas de repouso;
  • Clínicas;
  • Cruzeiros;
  • Hospitais;
  • Hotéis;
  • Indústrias;
  • Instituições de ensino;
  • Restaurantes;
  • Supermercados;
  • Spas, entre outros.

Em relação à remuneração, uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Nutrição indicou o seguinte:

  • 36,9% dos profissionais que trabalham com alimentação coletiva recebem de 1 a 3 salários mínimos;
  • 42,9% dos que atuam com marketing recebem entre 3 e 5 salários;
  • 32,5% dos docentes recebem entre 5 e 10 salários;
  • 8,3% dos profissionais que atuam com saúde coletiva ganham acima de 10 salários mínimos.

Segundo o guia de profissões e salários organizado pela Catho, as médias salariais no mercado variam de R$ 2.022,12 até R$ 2.880,79, dependendo da área de atuação predominante.

Como começar a trabalhar como nutricionista?

Para trabalhar como nutricionista, o primeiro requisito é o desejo de ajudar as pessoas a se alimentarem melhor. Isso contribui não somente com a saúde do indivíduo, mas também com taxas como a expectativa de vida no país ou o controle de determinadas doenças.

Entre as principais competências de um nutricionista, é fundamental promover o cuidado com a saúde como uma atividade individual e coletiva, bem como incentivar a qualidade de vida alcançada por meio de uma alimentação saudável.

Entre as principais funções do trabalho como nutricionista estão: 

  • elaboração de diagnósticos nutricionais em atendimentos clínicos;
  • controle de qualidade dos alimentos em restaurantes;
  • planejamento e coordenação de programas de alimentação para grupos em diversos ambientes.

Para entrar no mercado de trabalho como nutricionista, é mandatório um diploma de Nutrição e é preciso que a pessoa tenha cursado em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). 

Os cursos superiores concedem grau de bacharel e duram em média 5 anos. Além do bacharelado, é possível cursar técnico ou tecnólogo em Nutrição. E para especializações existem as pós-graduações em áreas específicas.

Após a conclusão do curso, é necessário o registro profissional no Conselho Regional de Nutricionistas, que é dividido em regiões abrangendo diversos estados.

Dicas para quem vai começar como nutricionista

Antes de ingressar no mercado de trabalho como nutricionista, é importante certificar-se de que você tem o perfil ideal para realizar a função. Entender a sua relação com o alimento, com a saúde e com as pessoas. Conhecer bem as disciplinas que fazem parte da formação e estudar.

Saber que existem várias áreas de atuação e desde o início procurar apontar a sua carreira para a direção que pretende seguir, buscando especializar-se a cada etapa. Além disso, é extremamente importante conhecer a instituição de ensino em que se vai matricular e saber se é aprovada pelo Ministério da Educação (MEC).

Acompanhar os sites de referência em Nutrição, como o portal do Conselho Regional de Nutricionistas ou o do Conselho Federal de Nutricionistas, é essencial para se manter atualizado sobre a legislação, direitos e deveres do profissional de nutrição. 

Blogs, redes sociais e outros sites de profissionais qualificados também são uma excelente fonte de informação e atualização. Uma curadoria cuidadosa de conteúdos pode contribuir muito para a formação e o progresso na carreira.

Para quem já está no mercado de Nutrição

Profissionais que já estão no mercado há mais tempo podem se valer da sua experiência de trabalho tanto para alcançar novas funções como para ensinar outros colegas. As possibilidades são bastante variadas e atendem a diversos perfis profissionais.

Um processo de reciclagem ou especialização pode durar a partir de 2 anos e garantir um avanço na carreira. O profissional que está há mais tempo no mercado pode se valer de pós-graduações, MBAs ou cursos livres que proporcionem uma atualização, garantindo destaque.

Dicas para quem já tem experiência em Nutrição

Nos últimos anos, notou-se uma nova prática na relação entre os clientes e os nutricionistas. Os pacientes são mais exigentes e buscam tratamentos que vão além da melhora na alimentação, mas proporcionam melhora na qualidade de vida. 

Os nutricionistas que tiverem mais conhecimentos agregados tem mais chances de se destacarem dentro dessa dinâmica. Cada vez mais os pacientes têm acesso à informação, o que torna o tratamento mais criativo e altamente ajustável.

Outro ponto essencial de mudança nas práticas de saúde se deu por conta da pandemia de COVID-19 que se instalou em 2020. Muitos médicos e nutricionistas passaram a fazer parte dos seus atendimentos online.

As redes sociais também cresceram rapidamente e muitos profissionais da área da saúde usam seus perfis para construir a sua marca pessoal e alcançar mais clientes. Estudar sobre Marketing Digital e ter presença online contribui – e muito! – para a carreira.

Você deveria trabalhar como nutricionista?

A decisão é sua! Aqui falamos sobre todas as etapas por que passam os profissionais de Nutrição desde os estudos até ao mercado de trabalho. Avalie as possibilidades, se pergunte se você gostaria de estudar Nutrição e procure as melhores universidades para se preparar.

E se você já é um nutricionista, não deixe de cadastrar o seu perfil no GetNinjas para ser encontrado por clientes que estão em busca dos melhores profissionais do mercado!

Você também pode gostar

Deixe um comentário