Como fazer um orçamento para um cliente?

Mulher com camisa amarela mexendo no computador e na calculadora
8 minutos para ler

O dinheiro tem bastante importância nas nossas vidas. Pesquisamos os preços do que queremos comprar para economizar, quando possível. Assim, sobra dinheiro para outras coisas. Achamos muita coisa cara. 

O quê, pagar R$150,00 por uma faxina? Ou por uma sessão de psicoterapia? Muito dinheiro! 

Mas, peraí. E se for você que estiver oferecendo esse serviço? Já parou para pensar quanto vale o seu trabalho?

Aprender a dar valor para o seu trabalho é importante em vários aspectos. Primeiro, para você poder arcar com seus gastos fixos mais básicos e ter a possibilidade de investir em coisas que te fazem feliz, incluindo experiências gastronômicas, encontros com amigos, cursos livres e assim por diante. Segundo, para ajudar na negociação com possíveis clientes.

Pensa com a gente: você confiaria mais no tatuador que te apresenta, com transparência e detalhes, o valor da mão de obra para fazer um tipo específico de tatuagem e os diferenciais que interferem no preço cobrado, como tamanho, complexidade técnica, cores, ou naquele que ficou de te retornar a ligação para dar mais detalhes?

Outra certeza!

Mas saber botar preço no seu trabalho é entender sobre:

  • O quanto os outros estão cobrando
  • A demanda do mercado
  • Quanto você gasta e quanto precisa para manter seu negócio financeiramente saudável
  • Quais são seus diferenciais

Leia também: Qual a maneira correta de fazer um planejamento financeiro?

O que é um orçamento?

Vamos começar pelo começo. O que, afinal, é um orçamento? 

O orçamento é um documento que apresenta todos os custos de um serviço ou de um produto. 

Supondo que você seja o tatuador exemplificado acima. Chega um possível cliente no seu estúdio para saber o valor de uma tatuagem. Em um primeiro momento, você mostra seu portfólio, apresenta seu trabalho e diferenciais, como tempo de experiência. Imaginando que a pessoa tenha se interessado pelo seu trabalho e resolveu que quer fazer uma tatuagem pequena. Até trouxe um modelo de desenho.

Hora de fazer um orçamento.

Para dar um valor exato ao cliente, você deve considerar:

  • Valor da mão de obra, que pode ser pensado a partir do tempo de trabalho
  • Valor dos materiais e equipamentos que serão usados, incluindo energia elétrica 
  • Valor do aluguel do estúdio
  • Eventuais impostos e taxas mensais, etc.

É claro que esse cálculo não vai ser feito por tatuagem. Esses valores já estão contabilizados na sua tabela de preços das tatuagens, conforme suas especificidades. Você pode usar a tabela como referência de valores, mas oferecer descontos, caso o pagamento seja feito à vista, por exemplo.

Com base no seu orçamento, ou seja, na sua tabela de referência, é possível negociar, pois você sabe até onde pode ir.

Este é um exemplo bem simples para demonstrar que um orçamento não é apenas a apresentação de uma tabela de preço, mas carrega consigo um valor agregado. Todo mundo que presta um serviço pode e deve fazer um orçamento para se apresentar da melhor maneira ao possível cliente. Afinal, se ele chegou até você, em um mercado tão concorrido, é preciso aproveitar a oportunidade.

Quais os tipos de orçamento?

Existem diversos tipos de orçamentos, principalmente em função do serviço a ser prestado. O orçamento é um documento que tem como especificidade os valores a serem pagos, de acordo com as etapas do projeto e demais critérios considerados importantes para o seu negócio. Mas também é uma maneira de apresentar seu diferencial enquanto empresa ou empreendedor. 

Também vale inserir em sua proposta de orçamento, pontos interessantes de sua empresa ou negócio, como:

  • O que o cliente ganha ao contratar seu serviço
  • Apresentação de seu perfil profissional, tempo de experiência e casos de sucesso 

Outra dica é fazer uma breve análise do seu cliente em potencial para entender melhor o que ele busca, com quem já fez negócio e possíveis entraves. Isso vai te ajudar a estar mais preparado para negociar.

Conheça as informações de um orçamento padrão e algumas variações, conforme área de atuação.

  1. Orçamento padrão

Conheça itens básicos que devem compor um orçamento padrão:

  • Nome do responsável pelo orçamento, para saber a quem retornar
  • Dados do cliente
  • Data do orçamento, caso precise ser atualizado
  • Dados do contato da empresa, para que o cliente tenha facilidade em entrar em contato
  • Valor unitário dos produtos ou das etapas do serviço e o valor total, para que não haja dúvidas
  • Local de retirada dos produtos ou realização do serviço, incluindo horário de funcionamento
  • Observações, como gastos extras, taxa de entrega e afins
  • Tempo para entrega do produto ou finalização do serviço
  • Formas e condições de pagamento

Quanto mais completo e claro for seu orçamento, mais chances de obter a confiança do cliente e fechar bons negócios.

Saiba mais: Qual meio de pagamento tem mais a ver com o seu negócio.

2. Orçamento na área de educação

Aqui entram escolas tradicionais e específicas, como as de música, língua estrangeira e afins, que se mantêm a base de mensalidades.

Vale inserir, entre outros:

  • Metodologia de ensino
  • Horários e tempo de cada aula
  • Número de alunos por aula
  • Necessidade de material didático
  • Diferenciais da instituição

3. Orçamento para advocacia

Esses serviços são chamados de honorários advocatícios e incluem:

  • Descrição do serviço
  • Valores
  • Despesas
  • Número do registro do profissional na OAB

4. Orçamento odontológico

Por ser da área da saúde, é interessante este tipo de orçamento apresentar dados para demonstrar o conhecimento do profissional, como:

  • Quais dentes serão tratados e o que será feito
  • Tempo para finalização do tratamento
  • Flexibilidade no horário de atendimento, em função de possíveis emergências
  • Número do registro do profissional no Conselho da área

Depois do que você leu, saberia fazer o orçamento do seu serviço?

Então, dê uma olhada no que não pode ficar de fora.

Como fazer o orçamento?

Já temos certeza de que é importante fazer um orçamento para criar uma boa relação com seus clientes.

Agora, vamos ao passo a passo.

Mulher segurando cartão azul e celular branco.

Análise do serviço

Como já ficou claro, seu orçamento vai estar diretamente ligado ao seu negócio ou ao serviço que você oferece. Aliás, é basicamente isso que diferencia os tipos de orçamentos que existem por aí. 

O que levar em consideração aqui? O planejamento financeiro da sua empresa, visando ao lucro. É com base nesse planejamento que você vai poder computar o valor da sua hora de trabalho ou da etapa a ser executada. 

Não sabe se esse valor está muito alto? Uma dica é estipular valores com base na complexidade do trabalho e no tempo que leva para sua realização. Também fique de olho nos preços da concorrência direta.

Leia também: 6 passos para determinar o valor do seu serviço

Concorrência

Dificilmente você vai executar um serviço que ninguém mais executa. A concorrência está aí. A ideia é poder cobrar um valor que não esteja muito além nem muito aquém dos que vendem o mesmo tipo de serviço.

Se for necessário cobrar mais para manter a saúde financeira de sua empresa, justifique esse valor nos seus diferenciais, como:

  • Tempo de experiência
  • Formação
  • Reconhecimento dos clientes  

Agora vamos para as etapas do serviço.

Etapas da prestação de serviço

Uma excelente maneira de organizar seu orçamento é pelas etapas do serviço a ser realizado. 

Quanto mais detalhado seu orçamento, mais confiança para o seu cliente.

Separar o orçamento em atividades com datas de início e fim é uma ótima dica. Só tenha cuidado para cumprir com o que foi estabelecido. Se achar melhor, conforme a especificidade da etapa, informe o tempo previsto para finalização.

Monte o orçamento

Agora, coloque isso tudo no papel. 

Você viu um modelo com as informações básicas que o orçamento deve ter, mas tente fazer um orçamento com a sua cara ou com a cara de sua empresa. O papel não precisa ser um simples documento em word. 

Lembre-se que esta é uma forma de se apresentar ao cliente em potencial. Colocar as informações em um documento estilizado ou com a identidade visual de sua empresa faz toda a diferença. Dá uma boa impressão.

Apresente o orçamento

O mesmo vale para o momento de apresentação do seu orçamento. Se você estiver vendendo um projeto com valor elevado e tempo maior de execução, vale agendar uma reunião para apresentar cada uma das etapas e se colocar à disposição para esclarecer dúvidas. 

A preocupação com este momento também diz muito sobre o cuidado que você tem com seus clientes. 

Quer colocar seu negócio na rede? Então, você está no lugar certo! O GetNinjas é a maior plataforma de contratação de serviços no Brasil. Faça seu cadastro no app e se prepare para orçar!

Você também pode gostar

2 thoughts on “Como fazer um orçamento para um cliente?

    1. Olá, Helena! Tudo jóia?

      Os canais oficiais de atendimento do GetNinjas são o e-mail: contato@getninjas.com.br, nossas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter), o chat no próprio aplicativo e o Whatsapp – (11) 98889-1006.

      O nosso time de atendimento está 100% preparado para te ajudar com o que você precisar.

      Vamos ficar aguardando o seu contato, beleza?

      Abraços,
      Equipe Ninja

Deixe um comentário