Como transformar o seu hobby em um negócio

8 minutos para ler

Quem não quer ganhar dinheiro com o que gosta de fazer? Mas fica a questão: como transformar algo que gosta de fazer em um negócio? 

Bom, esse texto é sobre isso! Aqui você vai:

  • Ler sobre a diferença entre hobby e negócio
  • Ter ideia de como montar seu negócio, entendendo dos benefícios e riscos que fazem parte da empreitada 
  • Aprender a investir em conhecimento e vendas

Seu hobby pode ser um negócio?

Respondendo à pergunta de forma super direta: sim! Seu hobby pode ser um negócio. Mas o que significa isso? Significa dizer que você pode ganhar dinheiro com o que gosta de fazer, ou seja, trabalhar com o que gosta de fazer no tempo livre ou tempo de folga. Pode até parecer contraditório isso, não é mesmo? Mas é real. Você pode ganhar dinheiro com o que faz por gosto, por conta própria.

Separe o prazer pessoal da atividade empresarial

Mas, é claro, que a coisa não é tão simples assim. Uma coisa é jogar vôlei de praia ou fazer um almoço indiano quando tiver vontade. Outra, é vincular o hobby a uma rotina diária, que vai demandar outro nível de responsabilidade e comprometimento, como o desenvolvimento e estabelecimento de métodos e técnicas específicas para a boa execução do serviço ou do produto. 

Ao transformar seu hobby em um negócio, você vai precisar entender sobre:

  • Empreendedorismo
  • Gestão
  • Vendas
  • Marketing

Com isso, não quero dizer que você vai precisar saber tudo sobre o funcionamento de um negócio, mas vai ter que lidar com:

  • Abertura de empresa, mesmo como MEI, até para ter chance de contratar um funcionário, se o negócio crescer e poder emitir nota fiscal, buscando, justamente o crescimento do negócio
  • Planejamento estratégico e financeiro, para prever e acompanhar a produção e o fluxo de caixa
  • Fornecedores, quando for o caso, e clientes
  • Estratégias de marketing
  • Vendas 
  • Logística

Portanto, é possível, sim, viver do que você gosta, desde que você saiba que praticar um hobby é diferente de manter um negócio em funcionamento.

Além disso, e fundamentalmente: você acha que o que você faz como hobby pode ter valor para as outras pessoas? Elas podem fazer bom uso do que você tem para oferecer? Em caso afirmativo, você está no caminho certo. 

Você já sai no lucro, ao saber o que gosta de fazer e querer investir nisso. Muita gente ainda está em busca do que quer fazer da vida. 

A seguir, você vai entender um pouco mais sobre como montar um negócio. 

Como montar um negócio?

Como você já viu, montar um negócio e manter ele funcionando, de acordo com as previsões e estratégias possíveis, envolve muita coisa, a começar pela pesquisa do mercado.

Pesquise o mercado

Vamos supor que você sempre gostou de cozinhar. Desde criança, acompanhava sua avó na cozinha, enquanto ela fazia diversos tipos de massas italianas. Aprendeu todas as receitas e adora chamar os amigos para jantar em casa, oferecendo a eles não só uma comida deliciosa, mas uma parte da sua história afetiva.

Todo mundo investe em comida. Não há como viver sem ela. Portanto, há mercado para isso. Mas, você vai precisar saber alguns detalhes sobre o mercado na região em que mora, como, por exemplo:

  • Existem restaurantes italianos na sua cidade, região ou bairro?
  • Quem come nesses restaurantes ou gosta de comida italiana? 
  • Vale a pena abrir um restaurante ou é melhor optar por um diferencial, como um delivery de congelados?

Há várias maneiras de descobrir essas informações: por pesquisas, grupos focais, marketing digital. 

Ao saber o que está acontecendo no mercado onde você quer estabelecer seu negócio, vai ficar mais claro o que você pode oferecer ao mercado, tanto no sentido do que ainda não existe, como no sentido de propor alguns diferenciais em relação ao que existe.

Você pode descobrir, por exemplo, que os restaurantes italianos lotam com um público mais velho e com mais dinheiro, mas há carência de um lugar que ofereça pratos mais simples e mais acessíveis, para um público mais jovem. Este pode se tornar seu nicho no mercado.

Depois da pesquisa do mercado, é importante:

  • Elaborar um plano de negócios
  • Planejar suas finanças
  • Escolher o tipo de empresa
  • Escolher e registrar nome comercial
  • Obter licenças necessárias
  • Criar um sistema de contabilidade
  • Encontrar um local para estabelecer seu negócio
  • Buscar, preparar e trabalhar em equipe, se for o caso
  • Fazer o marketing da sua empresa para que ela seja conhecida no mercado

Esses são os passos básicos para montar o seu negócio. Vale a pena contratar um contador para te orientar nesse processo.

Quais os benefícios?

O principal benefício de montar o seu negócio a partir do que era apenas um hobby é trabalhar naquilo que gosta e que, antes, fazia de graça.

Conheça outros:

  • Você pode trabalhar quando quiser, ou seja, você estabelece seus horários
  • O sucesso do negócio depende de você, tendo em vista, é claro, a dinâmica do mercado e os fatores externos, que não te pertencem, mas que você deve conhecer
  • Você tem acesso a diversos benefícios fiscais
  • Sua empresa pode ser vendida, quando você não estiver mais a fim de trabalhar ou quando quiser se aposentar
  • Você pode construir um bom patrimônio como fruto do seu negócio, com base numa gestão empresarial de qualidade
  • Você vai estar sempre se desenvolvendo e apendendo coisas novas
  • Você vai contribuir com a economia local e pode fazer isso com responsabilidade social e ambiental 

Agora, veja quais são os riscos implicados na abertura de um negócio.

Quais os riscos?

Todo o investimento carrega consigo o risco de não sair conforme o planejado ou desejado, e isso faz parte do negócio.

Veja quais os riscos mais comuns:

  • Incerteza em relação ao sucesso e manutenção do negócio
  • Falha na análise do mercado 
  • Falha no planejamento organizacional da empresa, ou seja, nas metas, planos e objetivos propostos
  • Falta de planejamento financeiro
  • Falta de alinhamento e confiança dos funcionários, quando for o caso

Isso quer dizer que é importante prestar atenção a esses riscos, para que eles não aconteçam.

Uma vez tomada a decisão de ganhar dinheiro com o que você gosta de fazer, além de investir na força de vontade e no que falamos sobre fatores empresariais, vamos focar, a seguir, no investimento em conhecimento e nas vendas.

Invista em conhecimento e vendas

Já falamos sobre como é importante conhecer o mercado em que você vai atuar para poder implementar seu negócio e ter boas chances de sucesso. 

Agora é preciso saber administrar e vender o que você faz de melhor.

Gestão empresarial

Conheça nossas dicas:

  • Valorize seus funcionários
  • Use ferramentas, disponíveis na Internet, para otimizar sua gestão
  • Faça do seu planejamento estratégico um planejamento produtivo, considerando o controle e a sustentabilidade dos seus recursos
  • Faça uso de métricas de desempenho e de resultados do seu negócio
  • Otimize os processos internos de sua empresa
  • Continue estudando e aprendendo, para ficar de olho na realidade do seu negócio e nas mudanças do mercado
  • Mostre que seu negócio não se reduz apenas à venda, mas carrega um valor sentimental e social, o que vai fortalecer a imagem de sua empresa

Agora que você sabe como fazer uma boa administração do seu negócio, é preciso saber vender o seu produto.

Canal de vendas

Se você estiver atrás de locais para dar visibilidade e vender seus produtos, não tem como fugir da Internet. Tanto faz se seu negócio for online, como um delivery de congelados de pratos italianos, ou físico, como um pequeno restaurante para receber os clientes em um ambiente tipo casa da avó, você vai precisar saber usar a rede para ganhar a visibilidade que ela oferece.

Um canal de vendas que se consolidou como uma plataforma de compras foi o Instagram. Já tem a vantagem de ser uma rede social com mais de 1 bilhão de usuários no mundo – só no Brasil são 46 milhões de pessoas. Quer saber o que isso significa?

  • Divulgação do seu negócio para muita gente de forma rápida
  • Atração de público
  • Aumento do faturamento
  • Facilidade na comunicação

Em 2016, o Instagram inovou com:

  • Inserção de preço na foto do produto
  • Direcionamento do possível cliente ao site da empresa, sem sair do aplicativo

E tem muito mais: são diversas as ferramentas disponíveis em um aplicativo barato. 

Mas é importante saber usar o Instagram, entre outros canais de venda, como um marketplace para seu negócio. E aí entramos no bom uso de estratégias de Marketing Digital.

Esperamos que tenha dado para ter uma noção geral sobre como fazer do seu hobby um negócio de sucesso.  Confie, pesquise, analise e arrisque. 

Saiba mais: 

O que são mídias sociais?

5 dicas para montar um negócio

A importância do plano de negócios

Como calcular o investimento inicial de uma empresa

Cadastre seus serviços
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.