Qual a diferença entre pedreiro, empreiteiro e carpinteiro?

10 minutos para ler

Pedreiro, empreiteiro, carpinteiro? Qual caminho seguir ou qual contratar?

Seja você cliente ou trabalhador, pode ser um pouco complicado entender a diferença entre esses três trabalhos.

Pensando nisso, fizemos um guia para que você entenda, de uma vez por todas, quais as responsabilidades de cada ocupação!

Pedreiro, empreiteiro e carpinteiro: veja quais as diferenças

Seja na hora de contratar ou decidir sua carreira, se você quer fazer a melhor escolha, é fundamental que entenda a diferença entre às três profissões.

Por isso, separamos as diferenças entre pedreiro, empreiteiro e carpinteiro a seguir!

Pedreiro

Talvez o mais conhecido, sua profissão é logo associada àquele ‘faz tudo’ que sempre ajuda dentro de casa.

Isso acontece porque a profissão do pedreiro consiste no trabalho de construção civil, envolvendo a fundação, as paredes, a instalação de portas e janelas, a armação, o acabamento e todas as atividades que envolvem esse universo.

Assim, no Código Brasileiro de Ocupações (CBO), o pedreiro se encontra no CBO 7152-10, nas subdivisões:

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais;
    • Trabalhadores da indústria extrativa e da construção civil;
      • Trabalhadores da construção civil e obras públicas;
        • Trabalhadores de estrutura de alvenaria;
          • Pedreiro.

E, ainda no mesmo documento, suas responsabilidades são:

  • Examinar plantas e especificações técnicas, a fim de verificar a obra;
  • Participar da escolha do material utilizado;
  • Garantir a segurança e a melhor execução do trabalho;
  • Orientar e dosar as composições de mistura, cimento, areias ou pedra para obtenção da argamassa;
  • Assentar tijolos, ladrilhos, alvenarias e outros materiais;
  • Levantar paredes e muros;
  • Rebocar estruturas já construídas;
  • Serviços de manutenção de espaços, como calçadas ou parques;
  • Saber manusear andaimes para a execução apropriada da obra;
  • Executar tarefas de mesma natureza e complexidade associadas à construção civil e ao ambiente organizacional.

Como é de fácil percepção, o trabalho do pedreiro envolve muitas áreas e, por isso, há uma tendência dos profissionais serem especialistas em uma etapa do processo, como pedreiro azulejista, pedreiro de manutenção predial, pedreiro de acabamento, pedreiro de OAC e pedreiro de alvenaria.

Empreiteiro

Sabe quando você vê a demolição de um prédio para a construção de outro? É ali onde o empreiteiro está!

Podendo ser contratado dentro de empresa ou de maneira autônoma, o empreiteiro participa da construção, remodelação ou demolição de infraestruturas maiores.

Assim, o CBO 3121-05 apresenta, nas divisões profissionais:

  • Técnicos de nível médio;
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia;
      • Técnicos em construção civil, de edificações e obras de infraestrutura;
        • Técnicos em construção civil (edificações).
          • Técnico de obras civis

Para além disso, suas responsabilidades são:

  • Planejar a execução de obras civis;
  • Executar controle tecnológico de materiais e solos;
  • Supervisionar execução de obras;
  • Executar a manutenção e conservação de obras;
  • Desenvolver projetos sob supervisão;
  • Realizar levantamento topográfico;
  • Demonstrar competências pessoais;
  • Providenciar suprimentos e serviços;
  • Orçar obras;
  • Treinar mão-de-obra;
  • Vender produtos e serviços;
  • Legalizar projetos e obras;

Carpinteiro

Se você escuta carpinteiro e já associa à madeira, você está no caminho certo.

O papel do carpinteiro é manusear a madeira, seja em construções civis ou industriais, seja moldando, aparando ou cortando as peças.

A madeira é uma das principais matérias-primas dentro de uma construção e, por isso, sua função é essencial para a qualidade do serviço.

Dentro do CBO, o carpinteiro se encaixa no 7155-05:

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais.
    • Trabalhadores da indústria extrativa e da construção civil.
      • Trabalhadores da construção civil e obras públicas.
        • Trabalhadores de montagem de estruturas de madeira, metal e compósitos em obras civis.
          • Carpinteiro

Suas responsabilidades abrangem:

  • Confeccionar madeira;
  • Finalizar serviços;
  • Montar portas;
  • Construir andaimes e proteção de madeira;
  • Construir estrutura de madeira para telhado;
  • Preparar canteiro de obras;
  • Montar formas metálicas;
  • Planejar trabalho de carpintaria;
  • Confeccionar painéis, ou seja, o forro de laje;
  • Escorar lajes de pontes, viadutos e grandes vãos;

Confira também: Veja 6 novidades na marcenaria para você apostar

Quanto ganha um pedreiro, empreiteiro ou carpinteiro?

O salário é um fator essencial para a escolha de uma carreira.

Assim, todos esses dados foram retirados de pesquisas realizadas pelo Salário, sem considerar valores de bonificações e comissões.

Pedreiro

Considerando uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, em Brasília – DF, a média salarial é R$ 1.714,47.

Esse número pode variar de R$ 1.564,78 a  R$ 2.274,70.

Empreiteiro

Considerando uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, a média salarial é  R$ 1.239,12, com destaque de vagas em São Paulo.

Esse número pode chegar a valores como R$ 2.247,45.

Carpinteiro

Considerando uma jornada de trabalho de 44 horas semanais, a média salarial é R$ 1.629,82, com destaque de vagas em São Paulo.

Esse número pode chegar a valores como R$ 2.696,06.

Ferramentas de trabalho

Em um trabalho braçal, as ferramentas do dia a dia são essenciais para facilitar e otimizar o trabalho.

E, para você começar a se familiarizar, separamos alguns materiais que cada ofício irá exigir.

Pedreiro

  • Colher de pedreiro: utilizada para distribuir o cimento nos tijolos, retirar os excessos ou na mistura de materiais, como argamassa e cimento;
  • Martelo: ferramenta essencial para golpear objetos e, no outro lado, fazer entalhes,
  • Talhadeiras: ferramenta para fazer cortes e aberturas nas paredes e alvenarias;
  • Trena: podendo ser chama de fita métrica, a régua flexível é essencial para todo o processo da obra, tendo em vista que é necessário saber a metragem de cada área e construção;
  • Desempenadeira: responsável pelo alisamento das paredes e o assentamento das cerâmicas, é essencial para o acabamento da obra;
  • Esquadro: ferramenta importante desde o início da obra, é utilizada para orientar o serviço e determinar os ângulos dentro da construção;
  • Prumo: elemento que garante que a parede esteja uniforme em relação ao chão e ao teto;
  • Nível: garante a precisão no momento de conferir o nivelamento e a perpendicularidade das superfícies.
  • Carrinho de mão: aliado no processo de transporte de produtos e materiais, como tijolos, cimento, areia, blocos e o que for necessário;
  • Abrasivos: ferramenta de lixa de parede e disco de corte, essencial do início ao fim da obra.

Empreiteiro

  • Alicate: essencial em diferentes processos, pois pode cortar, dobrar e prender diferentes peças, por isso é essencial que haja diversos tipos de alicate, como universal, de corte, de bico e rebitador;
  • Andaime: sendo essencial seguir as normas de segurança, os andaimes  permitem que os trabalhadores alcancem as partes mais altas da obra, como janelas ou telhados;
  • Ferramenta de corte: serras, discos de cortes, multicortadoras e mais, para facilitar o trabalho e diminuir o esforço do empreiteiro;
  • Parafusadeira: feito para apertar parafusos de maneira rápida, eficiente e sem esforço;
  • Lixadeira: em seus diferentes tipos, a lixadeira é responsável por lixar e dar acabamento a superfícies, como madeira, concreto ou massa;
  • Gerador de energia: por, muitas vezes, não haver energia no local da obra, os geradores são alugados para o funcionamento da obra;
  • Compressor de ar: usado para diversos fins, como a calibração de pneus das máquinas, a limpeza de peças e preparação de superfícies;
  • Chave de aperto: usado para processos que envolvem rotação, seja de introdução ou remoção.
  • Bomba d’água: pode ser utilizado para drenar locais escavados ou movimentar água limpa;
  • Betoneira: também chamado de misturador de concreto, é o equipamento para facilitar a mistura de materiais;

Carpinteiro

  • Serra de mesa: podendo ser chamada de serra de mandril inclinável, é uma serra manual elétrica para o corte da madeira;
  • Cinto de ferramentas: é um kit que contém todas as ferramentas importantes para o trabalho do carpinteiro, sendo fundamental para a eficiência, praticidade e segurança;
  • Furadeira: ativada por um motor elétrico a furadeira é responsável por fazer furos, sejam eles redondos ou de qualquer outro formato;
  • Torno: essencial para o torneamento da madeira, participando da construção de pernas das mesas, cadeiras, etc.
  • Broca: por possuir em diferentes tipos, tamanhos e formatos, é importante ter vários dentro do seu estoque, pois participam do processo de perfuração dos blocos de madeira;
  • Serra circular: ideal para iniciantes, cortam linhas retas e limpas, com três tipos de lâminas: de corte, de corte transversal e de combinação;
  • Fita métrica: tendo em vista que, no processo de corte, o tamanho é o principal fator, sendo importante checar mais de uma vez ao trabalhar.
  • Serra de tico-tico: com lâminas curtas e retas, a serra de tico-tico é especialista em cortar curvas apertadas, ângulos e formas complexas
  • Plaina desengrossadeira: equipamento para ajustes e acabamento em todos os tipos de peça de madeira;
  • Nível: para verificar a inclinação da superfície da madeira;

Cursos profissionalizantes

Para contratação, é exigido ser maior de 18 anos, ensino fundamental incompleto e 12 meses de experiência.

Entretanto, tendo em vista o nível de conhecimento técnico que esses trabalhos exigem, é interessante recorrer a cursos profissionalizantes, como:

Pedreiro

Empreiteiro

Carpinteiro

Dicas para obras

Independe de qual profissão escolher, você terá que lidar com obras e, de antemão, algumas dicas podem te ajudar:

  • Faça um planejamento prévio completo: isso vai gerar uma execução e excelência;
  • Siga as normas de segurança: é essencial para garantir a confiança dos seus parceiros e empregador;
  • Conheça o local que irá trabalhar: conhecer o espaço, o solo e até mesmo o clima pode evitar futuras crises;
  • Trabalhe em equipe: busque suporte e ajuda em outros membros da equipe para que o trabalho seja mais fluído e bem feito;
  • Priorize o acabamento das obras: faça questão de checar a limpeza e os acabamentos de todos os locais, garantindo a qualidade do projeto;
  • Compre de bons fornecedores: isso pode evitar acidentes drásticos no futuro;
  • Atente-se aos órgãos fiscalizadores: estude e coloque em prática as exigências para que não tenha problemas burocráticos.

Leia também: Aprenda como fazer uma estimativa de custo de materiais

Já sabe qual escolher?

Agora que você entendeu tudo que precisava sobre ser pedreiro, empreiteiro e carpinteiro, é hora de colocar a mão na massa (literalmente)!

Nós, do GetNinjas, vamos te ajudar. Somos uma rede feita para conectar quem precisa com quem saber fazer.

Por isso, seja você cliente ou prestador desses serviços, seu lugar é aqui. São mais de 500 serviços para você utilizar. Conheça a nossa plataforma e encontre ou trabalhe como pedreiro, empreiteiro ou carpinteiro!

Você também pode gostar

Deixe um comentário