5 formas de pagamento que todo autônomo deve considerar receber

formas de pagamento autônomo
3 minutos para ler

Para quem trabalha como profissional autônomo, prestando serviços de marceneiro, eletricista, pintor ou pedreiro, é importante pensar em como os valores serão recebidos. Considerando que há clientes que preferem outras opções além do dinheiro vivo, compensa diversificar as formas de pagamento para autônomo.

Em primeiro lugar, a diversidade é uma conveniência tanto para você quanto para o contratante, já que nem todos têm dinheiro vivo em mãos e nem sempre podem sacar o valor com facilidade. Essa variedade também pode ser um diferencial para atrair mais clientes.

Se você está buscando as melhores formas de pagamento para autônomo, veja aqui algumas opções que deve ter à sua disposição.

1. Transferência bancária

Hoje, é possível usar as transferências bancárias em caixa ou por aplicativo como forma de pagamento para suas vendas. Considerando que a maioria das pessoas já utiliza o celular ou o computador para fazer certas operações financeiras, é bem provável que elas tenham essa opção.

O recibo da transferência pode ser usado como comprovante do pagamento, servindo de garantia para o cliente e de declaração para você enquanto profissional.

2. Cartão de crédito ou débito

Mais do que nunca, as pessoas dão preferência aos cartões de débito e crédito como formas de pagamento para autônomo, assim como o fariam com a compra de outros bens.

Além de ser uma das opções mais práticas, o uso do cartão também envolve maior número de garantias. É verdade que, dependendo do canal usado, você pode ter que pagar uma taxa, mas isso é facilmente compensado quando não for necessário recusar o serviço por causa do método de pagamento.

3. Boleto bancário

Dependendo do serviço e do contexto, pode ser interessante oferecer a opção de boleto bancário aos clientes. Essa é a melhor alternativa para quem deseja um pouco mais de garantia do que uma transferência bancária, mas não tem um cartão de crédito ou débito à disposição, sem contar que pode ser vantajoso quando há desconto no preço. Apenas tenha em mente que a confirmação do pagamento pode ser mais demorada.

4. Débito em conta

Mesmo sem um cartão de crédito ou débito, ainda existem formas de pagamento para autônomos que permitem ao cliente tirar o dinheiro diretamente de sua conta bancária. Em vez de usar os cartões, é necessário fornecer o número da conta para que a instituição bancária cuide do processo. É uma das opções mais comuns para serviços recorrentes, como assinaturas.

5. PayPal

Muitos profissionais autônomos utilizam o PayPal como método de recebimento. O trabalho dessa plataforma é permitir uma transação segura pela internet, tendo convênio com a maioria das bandeiras de cartões e bancos no mundo. É excelente se você atende um cliente de um serviço grande, que precisa pagar com um cartão internacional ou oriundo de uma conta estrangeira.

Com essas formas de pagamento para autônomo, você não terá que se preocupar em não receber seu dinheiro. Também é importante detalhar suas próprias condições com garantias e prazos para evitar desentendimentos, além de registrar tudo em um bom fluxo de caixa.

Quer continuar recebendo novidades? Então, siga-nos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram para acompanhar tudo em primeira mão.

Cadastre seus serviços
Você também pode gostar

Um comentário em “5 formas de pagamento que todo autônomo deve considerar receber

  1. Excelente artigo, onde o profissional e o cliente autônomo pode contar com essas cinco formas de pagamento. Muito boa materia!!!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.