Qual a diferença entre nutricionista e nutrólogo?

nutricionista escrevendo em um papel. Na mesa há diversas frutas e um copo de suco de laranja
9 minutos para ler

Muita gente nunca ouviu falar em nutrologia e se já ouviu, não sabe dizer o que significa. De fato, nutrologia não é um termo tão usado no nosso vocabulário, especialmente se comparada com nutrição. 

Quem nunca fez uma dieta na vida?

Fazemos dietas por vários motivos. Geralmente por não estarmos muito satisfeitos com nossos corpos e, dependendo da idade e da auto-estima, isso pode pesar muito. Literalmente.
Mas fazer uma dieta alimentar não diz respeito apenas ao corpo que queremos ter. Muitas vezes, em função de doenças ou de falta de consciência, por exemplo, precisamos aprender a cuidar dos nossos corpos de outra maneira. 

Já ouviu aquela expressão: você é o que você come?

Você tem prestado atenção no tipo de alimento que você ingere? Saberia dizer dos nutrientes que compõem um prato de arroz, feijão, carne e salada? Ou, ainda, sabe dizer quis nutrientes seu corpo precisa para se manter saudável?

O mais interessante é que não há uma regra para todos, porque cada um tem um corpo específico que carrega consigo marcas genéticas e que já consumiu muita coisa. 

E isso tem tudo a ver com o que você vai ler aqui.

Você vai entender um pouco mais sobre duas profissões focadas na qualidade de vida através da alimentação.

O que faz um nutricionista?

Em termos gerais, o nutricionista é um profissional da área da saúde comprometido com a alimentação das pessoas. Por conhecer sobre os nutrientes de cada alimento, a combinação entre esses nutrientes e como o corpo pode fazer o melhor uso deles, o nutricionista é responsável por administrar, planejar e coordenar programas de alimentação para preservar e melhorar a saúde das pessoas.

Mas para além da funcionalidade dos alimentos, o nutricionista também precisa entender sobre como as pessoas se alimentam, o que comem, se há histórico de doenças na família, se praticam atividade física e assim por diante.
Isso se chama anamnese. Geralmente ela é feita por questionários para buscar o máximo de informações sobre a saúde e os hábitos alimentares do paciente ou das pessoas que buscam ajuda de um nutricionista.

Sabendo dos alimentos e do histórico de saúde, o nutricionista ainda precisa saber qual o objetivo daquele que está buscando ajuda profissional. Ele quer perder peso? Quer uma dieta para repor nutrientes específicos? Tem alergia a glúten e precisa de sugestões de alimentos substitutos? 

Há casos em que a procura vem de escolas. O nutricionista, então, é responsável pela elaboração de cardápios semanais. Ele precisa saber das necessidades daquele público-alvo, para ajudar a promover um crescimento saudável e adequado.

As crianças de uma certa idade geralmente amam pirulitos e algodão doce ou qualquer coisa que misture açúcar com tinta, mas, por questões de saúde pública, inclusive, o nutricionista não deve colocar esse tipo de “alimento” no cardápio escolar. 

Resumindo, conheça as principais funções do nutricionista:

  • Compor diagnósticos nutricionais do paciente, incluindo exames de sangue e urina para ver como as coisas estão lá dentro; 
  • Elaborar planos alimentares personalizados ou para um público-alvo específico;
  • Auxiliar no controle de doenças, na elaboração de dietas funcionais ou restritivas;
  • Estudar o desenvolvimento e a elaboração de novos alimentos;
  • Controlar e garantir a qualidade dos alimentos, selecionando fornecedores e garantindo a qualidade dos insumos;
  • Informar sobre a composição dos alimentos comercializados, na elaboração de tabelas com valores nutricionais ou rótulos dos produtos.

Há muita demanda no mercado por nutricionistas. Afinal, houve um aumento na nossa expectativa de vida, ou seja, estamos querendo viver melhor por mais tempo.

Onde pode atuar?

Veja os principais locais de trabalho dos nutricionistas:

  • Empresas
  • Hospitais
  • Escolas
  • Hotéis
  • Restaurantes
  • Clínicas e Spas
  • Indústrias de alimentos 
  • Instituições de ensino

Nesses locais, os nutricionistas trabalham com:

  • Nutrição clínica
  • Nutrição esportiva
  • Saúde coletiva
  • Marketing
  • Ensino e pesquisa
  • Consultoria nutricional
  • Gastronomia

Tanta coisa legal para fazer, né? Se interessou pela área?

Então, veja o que você precisa fazer para trabalhar como nutricionista. 

Quais cursos precisa?

Se você quiser ser um nutricionista e atuar no mercado, você precisa fazer o curso de graduação em nutrição em uma faculdade ou universidade reconhecida pelo MEC, com duração de 4 a 5 anos, em média. 

Você também precisa estar inscrito e regularizado no Conselho Regional de Nutrição (CRN) de sua região.

Se desejar, depois de formado, o nutricionista ainda poderá eleger algum curso de pós-graduação para se especializar em uma área de atuação.

Os mais populares são:

  • Nutrição e suplementação esportiva
  • Nutrição clínica hospitalar e ambulatorial
  • Nutrição e exercício aplicado à prevenção e ao tratamento de doenças – Fisiopatologia Humana
  • Nutrição em oncologia
  • Obesidade e emagrecimento
  • Nutrição aplicada à estética

Agora vamos entender um pouco sobre a função do nutrólogo.

O que faz um nutrólogo?

Um nutrólogo não é apenas um nutrólogo, mas é um médico nutrólogo, ou seja, um médico especializado na área de nutrologia. 

Isso quer dizer que o nutrólogo trabalha mais focado nos benefícios e malefícios causados pela alimentação com o propósito de prevenir e tratar doenças ou transtornos derivados da má-alimentação, as chamadas patologias nutricionais. 

Por ter passado pelo curso de Medicina, o nutrólogo é um clínico geral de formação. Neste sentido, ele tem um excelente entendimento sobre como o nosso corpo funciona, sobre as funções dos órgãos e sobre como está tudo conectado. O que ingerimos, ou deixamos de ingerir, influencia diretamente na saúde do nosso corpo.

Como o nutrólogo também saca tudo de nutrientes, veja o que ele é apto a fazer:

  • Diagnosticar, prevenir e tratar doenças ligadas ao metabolismo e decorrentes da má-alimentação, como diabetes, obesidade, magreza excessiva e hipertensão arterial;
  • Avaliar e acompanhar o estado nutricional do paciente para modificar o que for preciso;
  • Acompanhar pacientes antes e depois de cirurgias bariátricas e pacientes com transtornos alimentares;
  • Prescrever medicamentos e exames;
  • Realizar avaliações periódicas.

Conheça, a seguir, as áreas de atuação do nutrólogo. 

Onde pode atuar?

Por ter a formação em medicina, os nutrólogos geralmente trabalham em estabelecimentos que prestam serviços médicos ou que estão diretamente vinculados à área da saúde, como:

  • Hospitais 
  • Secretarias de saúde
  • Indústria farmacêutica
  • Clínicas médicas e de saúde
  • Consultórios particulares

A formação de um nutrólogo também é mais exigente.

Dê uma olhada.

Quais cursos precisa?

Para atuar no mercado, o nutrólogo precisa realizar o curso de graduação em medicina, em primeiro lugar, o que leva em torno de 6 anos. Depois disso, precisa fazer uma pós-graduação em nutrologia, com duração de 2 anos.

O nutrólogo também deve estar registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM) de sua região, com tudo em dia.

nutricionista segurando um prato com frutas

Quais as principais diferenças entre eles?

Agora que você já sabe bastante sobre o nutricionista e o nutrólogo, vamos fazer um resumo das principais diferenças entre eles.

Nutricionistas

  • São formados em nutrição
  • Prescrevem planos alimentares individuais ou coletivos
  • Planejam e coordenam o preparo de refeições
  • Podem prescrever medicamentos fitoterápicos
  • Média salarial em torno de R$ 3.000,00
  • Atuam em um mercado de trabalho mais amplo, que abrange a área da saúde, gastronomia e indústria

Nutrólogos

  • São formados em medicina com especialização em nutrologia
  • Prescrevem medicamentos
  • Solicitam exames específicos para avaliar a carência ou o excesso de nutrientes 
  • Diagnosticam e tratam as chamadas patologias nutricionais ou doenças ligadas à alimentação
  • Média salarial mais alta, em torno de R$ 5.000,00

Agora vamos dar uma olhada no que eles têm em comum ou de que forma eles podem atuar em parceria. 

O que eles têm em comum?

Os nutricionistas e nutrólogos, muitas vezes, trabalham juntos em equipes multidisciplinares por exercerem funções complementares. Afinal, ambas profissões visam o mesmo objetivo: a qualidade de vida das pessoas através de uma alimentação adequada, sempre levando em consideração a singularidade de cada pessoa e de cada corpo. 

Vamos supor que o nutricionista receba um paciente em seu consultório. Depois de fazer os trabalhos iniciais, percebe que seu paciente está com uma hipertensão muito elevada. Faz o encaminhamento ao nutrólogo, que terá um olhar mais assertivo quanto ao tratamento da doença, incluindo o uso de medicamentos. Como o nutrólogo não pode prescrever uma dieta alimentar, é o nutricionista que faz essa parte.

Você também viu que há vários cursos de pós-graduação em nutrição mais voltados para a área da patologia nutricional, o que quer dizer que há muito diálogo e trocas a serem realizadas entre esses dois profissionais. 

Depois de tudo o que você leu, saberia indicar a uma amiga que quer emagrecer qual profissional buscar? Bom, isso vai depender do contexto e quadro clínico de sua amiga. 

Se ela estiver buscando apenas uma dieta também para entender sobre quais nutrientes são mais favoráveis a ela, vale chamar um nutricionista. Mas se ela estiver com um peso muito acima da média, se sentindo cansada e sem energia, talvez seja mais interessante contatar um nutrólogo para fazer uma investigação mais aprofundada e, se necessário, prescrever os medicamentos adequados. 

Outra opção seria consultar os dois profissionais para realizar um tratamento mais completo. 

E aqui no GetNinjas você encontra os dois tipos de profissionais. E seja você nutricionista ou nutrólogo, também é possível oferecer seus serviços na nossa plataforma. 

Saiba mais:

Você também pode gostar

Deixe um comentário