Venda emocional: aprenda a ser mais persuasivo

venda emocional
6 minutos para ler

A persuasão é muito importante no momento de conquistar o cliente e contribui para a obtenção de melhores resultados com as vendas. Se aplicada da forma correta, colabora para o sucesso do negócio e auxilia na satisfação do público atendido. A venda emocional exige esse ato de convencer, mas também se baseia na ética e tem foco na necessidade do cliente.

Isso envolve mostrar que o seu serviço é um bom investimento, que vai solucionar uma lacuna e garantir contentamento para o consumidor. Você cria uma relação comercial em que ambos saem ganhando. Para isso, é preciso ser convincente, confiável e ter habilidade no reconhecimento das emoções.

Neste post especial que preparamos, vamos mostrar diversos aspectos das vendas emocionais, explicando o conceito e dando dicas de como desenvolvê-las. Continue acompanhando para aprender mais sobre o tema!

O que é venda emocional?

Trata-se de uma técnica de venda em que você conhece o complexo de emoções envolvidas na operação, tanto suas quanto do cliente. A partir dessa informação, é possível desenvolver intervenções persuasivas que também favorecem a resolução do problema do consumidor.

Podemos dizer que isso significa conhecer bem o território para elaborar a melhor estratégia, que seja positiva para o negócio e realmente contribua para atender às necessidades do cliente. Assim, há uma ética envolvida na venda emocional, que é indispensável no processo.

Nesse trabalho, você conquista o cliente pela emoção. A ideia é perceber quais são os sentimentos envolvidos na busca pelo profissional para trabalhar com estratégias que atendam essa demanda e gerem satisfação. Isso envolve muita habilidade para reconhecer as próprias emoções e as do sujeito, de modo a criar uma boa proposta. 

Nesse contexto, você precisa ter muita atenção, foco e dedicação para resolver o problema. É uma persuasão baseada na ética de que a pessoa está investindo em seu trabalho e terá um retorno muito positivo.

Como aplicar a venda emocional no negócio?

Há várias estratégias importantes para aplicar as vendas emocionais nos negócios. Temos boas dicas sobre o assunto a seguir. Veja mais!

Busque treinamentos para aprimorar a capacidade de negociação

Para vender bem, é importante buscar formas de aprender mais e se atualizar. As necessidades do público vão mudando com o tempo e é preciso acompanhar esse processo. Por isso, invista em treinamentos para aperfeiçoar sua capacidade de negociação.

Com cursos, palestras e treinos, é possível aprender mais e oferecer um serviço de qualidade para o cliente. Assim, as negociações ficam melhores e você aproveita o máximo de oportunidades.

Conheça seus clientes

O cliente tem múltiplas necessidades e é atravessado por várias condições quando procura seus serviços. Conhecer mais desse cenário contribui para facilitar a negociação e desenvolver intervenções mais certeiras. 

É possível entender as preocupações e ansiedades da pessoa por meio de observação e de uma escuta atenta em relação ao que ela fala. Movimentos com as mãos, postura e muitas perguntas podem sinalizar ansiedade, medo, inquietação e urgência para resolver a questão. 

Você também deve estar ciente das próprias emoções para intervir bem. Para isso, observe como lida com o cliente e lembre-se de transmitir calma e confiança. O consumidor tem uma ótima razão para se endereçar ao seu negócio. Faça um bom marketing pessoal e ofereça informações adequadas, corretas e pertinentes, com pontuações baseadas em sua experiência de mercado.

Identifique as dores que levam os clientes a procurar os serviços

Se o seu cliente está com um problema, ele pretende resolver uma necessidade ou questão. Embora você tenha o conhecimento e a experiência necessários para o atendimento dessa demanda, precisa escutar, acolher e negociar adequadamente. 

É possível construir boas oportunidades para você e o consumidor, mas para que a troca seja positiva as condições têm que ser claras. Por isso, escute atentamente a necessidade da pessoa e ofereça soluções adequadas. Entenda as dores do cliente, o que ele está enfrentando e as implicações de deixar o problema de lado. Dessa forma, você ganha argumentos na negociação.

Entenda quais são as principais objeções e estude maneiras de contorná-las

É natural que apareçam obstáculos para a realização da venda. Em alguns momentos, o serviço pode ser bem mais caro do que o cliente esperava, já que ele dificilmente tem conhecimento prévio ou noção de preço, por exemplo. Questões de logística e de dificuldade também podem aparecer.

Mas como fazer nesses casos? Lembre-se de que as objeções são naturais na negociação. Cada um está tentando conseguir condições mais vantajosas para si. É aqui que a venda emocional entra em ação. Você pode criar uma estratégia que traga ganhos para todo mundo, uma troca positiva.

Para isso, tem que entender a fundo o problema, a necessidade, e moldar uma solução personalizada, coerente com as demandas do cliente. A pessoa tem motivos para sustentar certas objeções. Assim, escute essas questões para oferecer uma alternativa boa a ambos.

Conheça as principais emoções dos clientes

Conforme comentamos, as palavras e gestos tendem a dar boas dicas sobre as emoções dos clientes. Você também pode fazer perguntas para entender melhor a necessidade da pessoa e as condições da negociação. 

Conhecer as emoções do consumidor ajuda a desenvolver estratégias que se adaptam bem à demanda. Isso contribui para a criação de uma proposta positiva, que gera bons resultados para os envolvidos.

Aplicar a venda emocional no negócio é uma ótima oportunidade para melhorar a satisfação do cliente, aumentar a movimentação da empresa e ganhar mais indicações. É necessário realizar o processo com cuidado, sempre lembrando de escutar o consumidor para entender o que ele realmente precisa.

Lembramos também que você sempre deve criar negociações em que ambos ganham. Mostre que os custos envolvidos são verdadeiros investimentos para a resolução de uma dificuldade. Dessa forma, é possível potencializar a relação com o público e melhorar os negócios.

A venda emocional envolve persuasão, mas também um verdadeiro cuidado com a necessidade do cliente. A proposta é ser convincente, atender à demanda e criar uma oferta favorável para ambas as partes.

Gostou de aprender sobre a venda emocional? Aproveite e assine a nossa newsletter para receber conteúdos valiosos em seu e-mail!

Cadastre seus serviçosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.