Aprenda a organizar sua vida financeira em tempos de crise

organizar vida financeira
4 minutos para ler

Organizar a vida financeira é um desafio com o qual todo trabalhador precisa lidar e não poderia ser diferente com o profissional autônomo. Em tempos de crise, como a provocada pelo novo coronavírus, é preciso ficar ainda mais atento a isso.

A instabilidade do momento pode trazer algumas incertezas, mas vamos mostrar que é possível ter segurança também nesses casos! Continue a leitura e saiba como organizar a vida financeira em tempos de crise!

Acompanhe os pacotes econômicos do governo

Devido à crise que se aproxima, o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou um programa de ajuda de R$ 200 a autônomos. Se aprovado pelo Congresso, o auxílio valerá por três meses.

Além disso, o governo anunciou a prorrogação dos prazos para pagamentos do Simples Nacional — tributo federal referente a empresas incluídas nesse regime.

Notícias semelhantes a essas são importantes e devem ser acompanhadas para identificar oportunidades de diminuição dos impactos financeiros que a crise terá em nossas vidas.

Fique de olho nas definições dos bancos

Com a pandemia do novo coronavírus, cinco dos maiores bancos que atuam no Brasil também anunciaram medidas para facilitar a vida de quem mantém contas em suas agências. Entre elas, estão:

  • prorrogação de linhas de crédito em contratos já realizados entre o correntista e o banco;
  • ampliação das linhas de crédito consignado;
  • redução das taxas de juros nas linhas de crédito pessoal;
  • função débito disponível para compras on-line;
  • prorrogação de dívidas com o banco e de seus vencimentos em geral;
  • ampliação do limite do cartão de crédito;
  • aumento do prazo para pagamento do saldo devedor do cheque especial.

Então, não deixe de pesquisar as medidas tomadas pelo seu banco e fazer uso dessa ajuda para organizar a vida financeira no atual momento.

Evite assumir novas dívidas

Situações de instabilidade financeira no país e no mundo, como a atual, pedem que a gente evite ao máximo assumir novas dívidas. Dessa forma, é muito importante avaliar cada compra ou gasto, identificando se é necessário fazer determinada aquisição.

O mesmo vale para compras parceladas ou financiamentos longos demais. O momento é de cuidado em qualquer ação, combinado?

Reveja o orçamento

Momentos de crise são ideais para rever o orçamento e observar se há algo em que podemos cortar gastos. Isso inclui desde as contas de luz e de água (diminuindo o consumo desses recursos) até as compras de supermercado.

Uma boa ideia, nesse caso, é anotar todas as despesas. Assim, ficará mais fácil identificar qual setor da vida exige mudanças para economizar dinheiro.

Pesquise preços (sempre)

Outra ótima maneira de economizar é sempre pesquisar valores quando for comprar algo. Na contratação de serviços, na aquisição de itens de consumo ou até nas compras de supermercado, fazer um levantamento de preços pode ajudar a escolher a opção mais barata.

Também procure avaliar a forma de pagamento mais vantajosa em cada negociação. Caso decida adquirir algo à vista, veja a possibilidade de ter desconto nessa modalidade. Se for comprar a prazo, avalie o impacto desse gasto no seu planejamento financeiro.

Negocie com os credores

Em tempos de crise, é comum que credores estabeleçam alguns critérios para facilitar a negociação de dívidas. Sendo assim, é fundamental ficar atento a isso para fazer bom proveito das novas possibilidades e quitar suas despesas.

Como deu para perceber, ainda em momento de crise como a do coronavírus, é possível organizar a vida financeira. Com alguns ajustes e se informando direitinho, você tem boas chances de fugir dos impactos e manter as finanças em dia.

Se você já inclui alguma dessas dicas no dia a dia, deixe seu comentário abaixo e conte para a gente como tem sido o resultado!

Você também pode gostar

Deixe um comentário