5 dicas para fazer o cliente comprar

mulher vestindo uma camisa branca está com as duas mãos estendidas entregando duas sacolas
9 minutos para ler

Conheça dicas infalíveis para fazer os seus clientes comprarem!

Você consegue fazer os seus clientes comprarem? No mundo do empreendedorismo, escutamos muito que vender é uma arte. Se você está dentro desse ramo, sabe o quanto é verdade! O poder da venda e da negociação é essencial para o futuro de um empreendimento.

E, por isso, fizemos esse conteúdo para explicar sobre persuasão, venda, negociação e, de bônus, 5 dicas incríveis para fazer o cliente comprar.

Você sabe fazer o cliente comprar?

O processo de venda, ao contrário do que muita gente pensa, não engloba apenas a necessidade do cliente.

Em uma negociação, é preciso que o vendedor entenda como convencer o outro que o seu produto é a melhor escolha.

Nesse processo, a comunicação é o pilar mais fundamental, ou seja, como você transmitirá a mensagem. 

Para esse processo, você já ouviu falar na persuasão? Ela consiste em uma estratégia de comunicação que utiliza recursos emocionais para o outro aceitar uma ideia ou realizar uma ação, como o ato da compra.

Se você só conhecia a persuasão pelo nome, mas nunca se interessou de fato, talvez seja a hora certa de estudá-la e colocá-la em prática.

Confira também: Conheça 7 razões que te impedem de conquistar mais clientes

Convencer o cliente de forma discreta

Ninguém gosta daquele vendedor chato que está sempre no seu pé, não é?

O segredo para a venda é uma abordagem sutil, em que você consiga promover o produto, mas respeite a vontade e o espaço do cliente.

Por isso é tão importante o estudo das estratégias de comunicação, para que o vendedor entenda limites, boas práticas, dicas e até mesmo técnicas para a facilitação desse processo.

Colocando em um exemplo prático, a Jornada de Compra consiste nas etapas que o visitante deve percorrer até ser, finalmente, um cliente fidelizado.

Aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração de solução e decisão de compra. Esses termos são familiares para você?

Essas são as etapas de uma jornada de venda e, para um vendedor é essencial esse conhecimento. Se você entende em qual nível de consciência o seu cliente está, melhor você sabe o que comunicar para ele, e maior sua chance de vender.

Manipulação e persuasão: qual a diferença e como aplicá-los?

Apesar de muita gente entender como dois conceitos idênticos, persuasão e manipulação possuem grandes diferenças.

A manipulação é uma influência apelativa e egoísta, com estímulos negativos e agressivos. Por outro lado, a persuasão busca benefícios para o consumidor e para a marca, tentando aproximá-los.

Moral da história: a manipulação causa estresse, culpa, medo e mais, com o objetivo de, apenas, induzir você a uma ação.

A persuasão, por sua vez, busca te mostrar a realidade de uma maneira atrativa para que você escolha a compra.

5 dicas para o cliente comprar seu produto ou serviço

Agora, para que você consiga impulsionar suas vendas, é sempre importante as dicas do dia a dia, não é?

Por isso, separamos 5 estratégias para você conseguir fazer o seu cliente comprar.

1. Seja atencioso com o seu cliente

Na hora de comprar um serviço ou produto, é natural que o cliente tenha muitas dúvidas e questionamentos, afinal, ele estará investindo parte do dinheiro dele.

Nesse processo, é importante que você esteja aberto a ouvir o que ele realmente tem a dizer, sendo sincero com os pontos fortes e fracos do produto.

É muito importante também que você entenda o lado do cliente e perceba o que ele realmente precisa.

Se ele está procurando investir em algo que não é importante no momento, você deve ter a maturidade de informá-lo que aquela pode não ser uma boa escolha. Você pode até mesmo recomendar outras opções, sabendo que há a possibilidade de não realizar a venda.

Mas, independente disso, o cliente vai saber que você estava buscando pelo seu bem e irá criar uma memória positiva sobre seu negócio, podendo indicá-lo para várias pessoas.

Aliás, quem sabe daqui a meses ele vai estar precisando do seu serviço: você pode até ser a primeira pessoa que passará na cabeça dele.

2. Saiba defender o seu serviço ou produto

Quando um cliente está indeciso, ele vai procurar vários motivos para dizer não. Nesse momento, suas habilidades de negociação devem entrar em jogo.

Será o seu papel reconhecer todos os benefícios do produto e apresentá-los de uma maneira irresistível.

O conhecimento técnico é fundamental aqui. É importante que o vendedor conheça o que está vendendo, dando motivos para a compra.

Até porque, se o vendedor não tem motivos para promover o produto, por que o cliente deveria comprar?

3. Seja o mestre do storytelling

Você já ouviu falar nesse nome por aí? O storytelling consiste na capacidade de construir uma boa narrativa e contar uma boa história.

Ao apresentar um produto, conte a história dele e envolva o cliente. Se o cliente quer o produto para sua filha, você pode falar de outro pai que estava indeciso na mesma situação.

Mas, um detalhe importante, nunca minta! Para que o cliente realmente se conecte com você e o seu negócio, seja verdadeiro e autêntico.

4. Crie um relacionamento independente da venda

Na correria do dia a dia, pode parecer mais importante o número de vendas do que as pessoas por trás.

Entretanto, fazer com que seus clientes gostem da sua marca e sejam promotores, vai muito além do que a venda de serviço.

Sabe aquela empresa que você pode até não comprar toda hora nela, mas você ama visitar e fala bem pra todo mundo que pode?

Isso é o significado de um bom relacionamento com cliente, por isso deve ser tão investido.

5. Utilize uma linguagem natural, acessível e verdadeira com o cliente

Ninguém gosta de um vendedor que não consegue nem entender o que ele está tentando comunicar. Por isso, na hora de vender, seja você mesmo! 

Aja naturalmente, com uma linguagem acessível e, acima de tudo, seja sincero com o cliente.

Um ponto importante aqui é evitar termos complexos ou falsos para um cliente. Afinal, quem quer ouvir um “preços imbatíveis” e encontrar o mesmo produto mais barato na esquina?

Você sabe lidar com clientes indecisos?

casal de clientes assinando um contrato de compra.

Ao se deparar com clientes decididos, a compra é sempre mais fácil. Você apresenta o produto, confirma o valor e a pessoa já está no caixa tirando o cartão da bolsa.

Entretanto, é nos clientes indecisos que o vendedor consegue provar o seu valor.

E, para te ajudar a lidar com esses clientes, existem algumas dicas que podem facilitar o seu dia a dia, como: 

Apresente a empresa

Se o cliente está aberto a te ouvir, conte um pouco sobre o próprio negócio.

  • A quanto tempo vocês estão abertos?
  • Quando começou?
  • Qual o sonho para o futuro?
  • Quais curiosidades e desafios o negócio já enfrentou?
  • Qual o propósito e a visão do empreendimento?

Essas informações podem ajudar o cliente a se conectar melhor com a marca e, dessa forma, realizar a compra.

Pergunte quais as inseguranças do cliente

Ao se deparar com um cliente indeciso, ficar em uma posição de aguardo não mudará a realidade da negociação. 

Em vez disso, preocupe-se em entender exatamente quais são suas preocupações e dúvidas. Ao ouví-las, trabalhe em cima desses medos e ache argumentos que consigam tirar as incertezas do cliente.

E, mais importante ainda, ofereça diferentes alternativas de compra que também podem ajudá-lo.

Entenda as expectativas do cliente

Para além de entender quais os objetivos do cliente em conseguir um produto, garanta que, ao realizar a compra, ele realmente irá obter o que procura.

Faça perguntas e questione o gosto do cliente, a fim de chegar na razão final do motivo do desejo da compra. Ao saber que ele está fazendo a escolha certa, promova o produto até sua decisão de compra.

E lembre-se: é decepcionante pagar por um produto que não cumpre o que promete.

Flexibilize o pagamento

Às vezes, o cliente quer o produto, mas considera caro para o seu orçamento.

Aqui, é importante que você reitere as diferentes formas de pagamento, seja em dinheiro, crédito, débito, parcelado, ou o que for.

Pergunte ao cliente suas condições no momento e tente negociar um meio-termo bom para os dois.

Respeite um possível não

Como já falamos aqui, é importante respeitar e reconhecer quando o cliente quer adiar a compra.

Afinal, se ele for adiar, não é melhor que ele adie com você em mente como um vendedor honesto do que como um atendimento ruim?

Reconheça o final da negociação

Ainda falando sobre não, é importante que você, como vendedor, saiba o momento de parar.

Quando você já percebeu que o cliente não tem interesse em finalizar a compra, insistir na venda pode ser perigoso.

Esse atrito pode gerar um desgaste entre os dois, fazendo com que o cliente se aborreça com a loja e podendo torná-lo em um detrator da imagem da sua marca.

É importante ser educado e possuir um diálogo aberto, afirmando ao cliente que, mesmo que ele não consuma da marca, ele será sempre bem-vindo em outros momentos. 

Leia também: 8 passos para construir sua reputação online

Ansioso para transformar o seu processo de vendas?

Depois de tanta dica boa, aposto que você está ansioso para colocar tudo em prática, não é?

O GetNinjas é um aplicativo que busca transformar a vida dos brasileiros. Para isso, conectamos clientes com profissionais em todo o Brasil! 
Faça o seu cadastro gratuito e receba pedidos toda hora direto no seu celular.

Você também pode gostar

Um comentário em “5 dicas para fazer o cliente comprar

  1. Perfeito, Me ajudou muito seu artigo, somente para complementar, tem um programa chamado: Programa PCG, esse programa é um agregador de sites de classificados, nele tem mais de 340 sites de classificados grátis onde você pode anunciar, usando esse programa você pode anunciar de forma automática nesses sites, vale muito a pena usar ele agiliza muito o trabalho além de te dar uma lista que sempre é atualizada com sites atuais, com esse programa você consegue ter mais trafego orgânico e assim receber visitas dos buscadores como o Google e outros, eu sempre usei esse programa para fazer publicidade e faço vendas praticamente usando só ele. Fica ai a dica… Seu texto me ajudou muito. Até outra postagem

Deixe um comentário